Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Sant' Helena Coelho é bacharel em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo. Também é bacharel em Psicologia e bacharel em Ciências Políticas. Tem MBA em Jornalismo Digital e em Administração e Marketing. Em 1990 fundou o Jornal Correio do Sul, assim como foi um dos fundadores da Rádio 93 FM em 2010. Atua também como produtor cultural e escritor.

13 de abril de 2018 00:50

Rolando Christian Coelho 13/04/2018

Dois ex-governadores pretendem disputar o Senado Federal, mas apenas um teria reais chances de eleição.


Coligação entre PSD e PP passa por Colombo e Amin  /  /

Não será por falta de afinidade entre os comandos do PSD e do PP que a coligação entre os dois partidos não sairá. Há quase dois anos as duas siglas vêm trocando juras de amor e prospectados os mais diversos cenários, de modo a acomodá-los na mesma chapa majoritária diante do pleito eleitoral deste ano. Um detalhe, no entanto, que está longe de ser pequeno, ainda não foi equacionado: trata-se das pretensões do ex-governador Raimundo Colombo (PSD), e também do deputado federal Esperidião Amin (PP), ícones maiores de seus partidos, de disputarem o Senado Federal.

De fato, 2018 tem reservadas duas cadeiras no Senado para cada um dos Estados da federação, e nada impede que Colombo e Amin se elejam pela mesma coligação. Em 2010, Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e Paulo Bauer (PSDB), que faziam parte da mesma coligação se elegeram. O problema é que isto é quase uma exceção. O mais provável é que o MDB eleja seu candidato a senador, e que o outro eleito seja Colombo ou Amin.

Uma das soluções para o impasse pode estar no lançamento da candidatura de Esperidião Amin ao Governo do Estado, com Gelson Merisio (PSD) concorrendo como candidato a vice e Colombo disputando uma das vagas de sua coligação ao Senado, sem um segundo nome que lhe faça sombra. A questão é convencer Merisio a aceitar esta condição, depois de todo o esforço que teve para chegar aonde chegou.

Independente dos próximos desdobramentos, o que parece mais do que óbvio é que tanto Colombo quanto Amin brigarão para estar na majoritária de uma possível coligação entre PSD e PP. De que forma isto será equacionado, já é uma outra história.

 

Notas

Praticamente em todas as votações decisivas no Supremo Tribunal Federal, envolvendo os recentes escândalos de corrupção no país, quatro votos têm sido favoráveis pró-corruptos. Tratam-se dos Ministros Dias Tóffolli, Ricardo Lewandowiski, Gilmar Mendes e Marco Aurélio Mello. Com estes quatro os enrolados na Lava Jato não precisam se preocupar.

 

Deputado federal Ronaldo Benedet (MDB) se reunirá com correligionários amanhã, às 19h, no plenário da Câmara Municipal de Sombrio. O encontro contempla emedebistas de outros municípios também. O deputado vem prestar conta de suas atividades e começar a semear seu projeto de candidatura à reeleição. Com o sumiço do ex-deputado Edinho Bez das bases do partido, Benedet passeia livre, leve e solto no Sul do Estado.

 

Um a um, cargos comissionados ligados ao deputado estadual Gelson Merisio (PSD) estão sendo dispensados do Governo do Estado, agora sob o comando de Eduardo Moreira (MDB). Só estão sendo poupados aqueles que têm se convertido, de forma explícita, ao emedebismo. Para azar de Merisio, o que não tem faltado é conversão. Como já sentenciou o ardiloso ex-ministro Delfim Neto, “a parte mais sensível do corpo é o bolso”.

 

Com Procuradoria Geral da República no pé do ex-governador Raimundo Colombo (PSD), querendo seu julgamento, já, por suposta corrupção eleitoral em primeira instância, não resta outra saída a ele que não seja sua eleição ao Senado, para que possa se resguardar através do foro privilegiado. Problema é que são só 594 vagas no Congresso Nacional, e seriam necessárias umas 10 mil para livrar a cara de todo mundo na situação de Colombo.

Charge

Mais de Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Bolsonaro e Haddad representam os dois extremos...

De um lado um capitão do Exército, do outro um intelectual...

Rolando Christian Coelho

Impugnação de João Rodrigues poderá...

Caso o deputado fique de fato inelegível, o progressista acabaria...

Rolando Christian Coelho

Algumas candidaturas femininas já levantam...

Há candidatas que não estão usando nem mesmo suas próprias redes...

Rolando Christian Coelho

Facada atingiu mais Alckmin do que o próprio...

Candidato do PSDB não poderá contar com votos que fatalmente se...

Mapa de Editorias