Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Sant' Helena Coelho é bacharel em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo. Também é bacharel em Psicologia e bacharel em Ciências Políticas. Tem MBA em Jornalismo Digital e em Administração e Marketing. Em 1990 fundou o Jornal Correio do Sul, assim como foi um dos fundadores da Rádio 93 FM em 2010. Atua também como produtor cultural e escritor.

15 de maio de 2018 00:12

Rolando Christian Coelho, 15/05/2018

Nascido em Turvo e radicado em Criciúma, delegado pretende concorrer à Assembleia Legislativa pelo PSD neste ano.


Ulisses Gabriel acredita que chegará a 10 mil votos na região  /  

 

Nascido em Turvo, delegado Ulisses Gabriel, que é filiado ao PSD e atua na segurança pública estadual na região de Criciúma, pretende disputar à Assembleia Legislativa neste ano. Perguntei a ele qual sua projeção de votação aqui no Extremo Sul. Acompanhe a resposta: “Temos condições de fazer 10 mil votos na Amesc. Acredito que a expectativa de votos seja proporcional à demanda da população por renovação, que quer votar em quem nunca concorreu a um cargo público e nunca respondeu a um processo, especialmente por corrupção. Tenho visitado muitas pessoas na Amesc e visto que as pessoas querem mudanças. As pesquisas presidenciais apontam isso. A população está cansada dos mesmos políticos de sempre, que de quatro em quatro anos aparecem nos municípios pedindo votos. Eu vejo isso por Turvo e pelas cidades do entorno, que, por não terem um representante local, sofrem com o descaso decorrente da falta de pressão política. Vejo que o cidadão que cumpre com seus deveres está cansado da sensação de impunidade e da falta de segurança, decorrente da falta de cobrança nas questões ligadas à segurança pública. Isto porque poucos parlamentares se preocupam com o tema. Na Polícia Civil, só há pouco tempo a região de Araranguá passou a ter um efetivo um pouco melhor, mas muito longe do ideal. E isto só aconteceu por pressão dos delegados em 2016 e 2017, o que acabou levando a nomeação de 757 novos policiais. Ainda assim estamos longe do ideal, com delegacias que tem apenas um policial. Segurança é essencial e a população está cobrando isso. É o que tenho ouvido. Por conta disto, a esperança das pessoas é colocar gente lá que possa representar bem esse papel”, ressaltou.

Pelo visto, Ulisses já está com o passaporte de candidato a deputado estadual carimbado. PSD de nossa região terá que se virar nos 30, já que o ex-prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaine (PSD) deverá anunciar sua pré-candidatura à Assembleia Legislativa na quinta-feira. A fora estas duas, há ainda a de Júlio Garcia (PSD).

 

Notas

Deputado estadual José Milton Scheffer (PP) tem dito às bases do PSD que os progressistas não teriam nenhum problema em apoiar Gelson Merisio (PSD) como candidato a governador. Zé Milton tem ido mais além, e dito que Merisio é um nome aglutinador e preparado para governar Santa Catarina.

 

Sem Lula da Silva (PT) na disputa presidencial, pesquisa CNT/MDA, publicada pela Folha de São Paulo, aponta deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) com 18,3% das intenções de voto dos brasileiros. Marina Silva (Rede) vem em segundo com 11,2% e Ciro Gomes (PDT) em terceiro, com 9%. Em um segundo turno sem Lula, Bolsonaro ganharia de todos os candidatos, com exceção de Marina Silva, com quem aparece empatado na segunda etapa da eleição.

 

Deputada federal Geovânia de Sá (PSDB) destinou mais R$ 200 mil para o município de São João do Sul. Os recursos serão utilizados pelo prefeito Moacir Teixeira (PSD) para custeio no setor da saúde. Nos últimos meses, Geovânia já havia destinado outros R$ 300 mil para a gestão executiva do município.

 

Deputado estadual Leonel Pavan (PSDB) sofreu Acidente Vascular Cerebral ontem e permanece internado em estado grave na UTI do Hospital da Unimed, em Balneário Camboriu. Caso o parlamentar não se recupere em breve, o que seria algo lastimável, quem assume em seu lugar é o primeiro suplente de sua coligação, Dóia Guglielmi (PSDB). Dóia pretende disputar novamente a Assembleia neste ano. Em 2014 faltaram menos de 40 votos para que ele assegurasse sua vaga no parlamento catarinense.

Charge 

Mapa de Editorias