Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Sant' Helena Coelho é bacharel em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo. Também é bacharel em Psicologia e bacharel em Ciências Políticas. Tem MBA em Jornalismo Digital e em Administração e Marketing. Em 1990 fundou o Jornal Correio do Sul, assim como foi um dos fundadores da Rádio 93 FM em 2010. Atua também como produtor cultural e escritor.

15 de agosto de 2018 00:02

Rolando Christian Coelho, 15/08/2018

Registros de candidaturas precisam ser oficializadas até esta quarta-feira, com campanha eleitoral podendo começar para valer amanhã.


Campanha pode começar de forma oficial amanhã / /

Depois de meses a fio de articulações, puxadas de tapete, empurrões aqui e acolá, traições e choradeiras, finalmente está tudo pronto para o início da campanha eleitoral de 2018. Hoje é o último dia para que os partidos e coligações apresentem seus candidatos à Justiça Eleitoral. Feito isto, a partir de amanhã já passa a ser permitida a realização de propaganda eleitoral, o que inclui comícios, distribuição de material gráfico, propaganda na Internet, e até mesmo as famigeradas carreatas.
Tão logo se tenha definidas as candidaturas, a Justiça Eleitoral já começa a trabalhar no chamado plano de mídia, que objetiva saber quais partidos e coligações terão quais espaços nos horários eleitorais. Isto terá que estar definido até o dia 24 de agosto, pois a propaganda eleitoral começa no dia 31, indo até 4 de outubro no primeiro turno.
Oficializados os candidatos, a Justiça Eleitoral tem até o próximo 17 de setembro para julgar todos os pedidos de registro de candidaturas. Se não houver impugnações até esta dada, elas não poderão ocorrer mais.
Já a partir do dia 22 de setembro, nenhum candidato poderá ser preso, salvo em flagrante delito. O mesmo direito se estende aos eleitores, após o dia 2 de outubro. Direto este suspenso, por óbvio, depois da eleição do dia 7.
No dia 4 de outubro se encerra a possibilidade de reuniões públicas e comícios, mas até o dia 6 ainda serão permitidas caminhadas, carreatas, carros de som e distribuição de material gráfico.
No dia 7 de outubro acontece a eleição em primeiro turno. Se houver segundo turno, ele acontece no dia 28.

Notas

Assessoria do ex-prefeito de São Ludgero, Volnei Weber (MDB), que disputa uma vaga na Assembleia Legislativa neste ano, diz que boataria, dando conta de que ele teria renunciado de forma intempestiva ao executivo de seu município, é totalmente infundada. De acordo com a assessoria, Volnei renunciou no dia 6 de abril, em conformidade com a legislação, estando totalmente apto a disputa eleitoral deste ano. Grupo de Volnei ressalta ainda que o alarde é meramente uma fakenews, comum, aliás, em épocas de eleição.

Ex-deputado federal Leodegar Tiscoski (PP) terá seu nome registrado hoje no Tribunal Regional Eleitoral como candidato à Câmara Federal no lugar do deputado federal Jorge Boeira (PP). Leodegar utilizará o número 1112 em sua campanha, o mesmo já usado nas três vezes em que ele disputou este cargo. Em princípio, o Progressistas de todo o Sul do Estado fechou questão com a candidatura de Leodegar, que terá cinco candidatos a estadual e mais de 40 diretórios municipais trabalhando para ele no Sul do Estado. A expectativa é a de que ele seja o segundo deputado federal mais votado de seu partido, ficando atrás apenas de Ângela Amin.

Sargento da Polícia Militar de Sombrio, Mariozan Pereira, irá disputar uma cadeira na Câmara Federal pelo Patriota, o partido do presidenciável Cabo Daciolo. Ele já havia sido convidado há algum tempo para o embate eleitoral deste ano, mas, em princípio, não tinha esta intensão. Ao longo da semana a cúpula estadual do Patriota reforçou o convite, e Mariozan acabou aceitando. Pela primeira vez, Sombrio terá dois candidatos a deputado federal. Além de Mariozan, o ex-deputado federal Leodegar da Cunha Tiscoski (PP) também concorrerá à Câmara Federal.

Acarte, que é a Associação Catarinense das Emissoras de Rádio e Televisão, irá realizar, no Hotel Majestic, em Florianópolis, debate com os candidatos ao Governo do Estado no próximo dia 24, das 9h às 11h30min. Em nossa região ele terá transmissão da Rádio 93FM. A 93 também transmitirá um segundo debate, nos mesmos moldes, no dia 25 de setembro, assim como um terceiro, se houver segundo turno, no dia 23 de outubro. Em princípio, seis, dos nove candidatos ao governo participarão do debate. Os outros três pertencem a partidos que não têm, no mínimo, cinco deputados na Câmara Federal, e, portanto, não precisam ser convidados.

Charge

Mapa de Editorias