Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Sant' Helena Coelho é bacharel em Comunicação Social, com especialização em Jornalismo. Também é bacharel em Psicologia e bacharel em Ciências Políticas. Tem MBA em Jornalismo Digital e em Administração e Marketing. Em 1990 fundou o Jornal Correio do Sul, assim como foi um dos fundadores da Rádio 93 FM em 2010. Atua também como produtor cultural e escritor.

20 de junho de 2018 19:53

Rolando Christian Coelho, 21/06/2018

Deste total, nove postulam a Assembleia Legislativa e outros dois a Câmara Federal. Dentro do PP, novo nome começa a surgir a estadual.


Nossa região já tem onze pré-candidatos a deputado / /

Lista pode aumentar, mas por ora nossa região já tem onze pré-candidatos a deputado. Deste total, nove almejam disputar a Assembleia Legislativa e dois a Câmara Federal.
Nos últimos dias surgiram três novidades no processo eleitoral deste ano. O empresário araranguaense Aldo Apolinário (Podemos) diz estar disposto a concorrer como candidato a deputado estadual novamente. Já o PP de Balneário Arroio do Silva poderá apresentar a pré-candidatura de Silvia Regina da Silva, esposa de Tita Pescador. Paralelo a estas intensões, o empresário Elves Becker, do Hotel Becker de Araranguá, está se dispondo a concorrer como candidato a deputado federal pelo PRP.
Há ainda novidades que não são tão novas assim, mas que parecem querer aguardar alguma ordem superior para anunciar sua candidatura. É o caso de Sarah Maciel (PSDB), que em 2014 já enfrentou as urnas na busca de uma cadeira na Assembleia. Na ocasião ela morava em Balneário Gaivota. Hoje mora em Araranguá.
A lista não é pequena. Araranguá ainda conta com a disposição do empresário Rodrigo Turatti (PSL) e da presidenta do PT municipal, Sayonara Araújo, que anseiam disputar o parlamento catarinense, a exemplo da já antológica candidatura de Manoel Mota (MDB). No que diz respeito à Câmara Federal, o deputado Jorge Boeira (PP) é nome natural à reeleição.
De Jacinto Machado emana a candidatura de Lise Tuon (DEM), e de Turvo a de Ulisses Gabriel (PSD), ambos residentes em Criciúma, mas seguros de uma boa votação aqui no Extremo Sul. A exemplo de Ulises Gabriel, o PSD também homologará a candidatura do ex-prefeito de Balneário Arroio do Silva, Evandro Scaini a estadual.
Esta lista pode aumentar, como também pode diminuir. O vereador sombriense Nego Gomes (MDB), por exemplo, ensaiou uma disputa a Assembleia mas já anunciou que está fora do certame. Na via inversa, outros nomes poderão surgir no processo.

Notas

Intensão de candidatura a deputada estadual de Silvia Regina da Silva, por Arroio do Silva, ainda não ecoou em Florianópolis. Cúpula da sigla diz que não foi comunicada desta possibilidade. Por óbvio, se houver um passo a mais neste sentido, o grupo do deputado estadual José Milton Scheffer (PP) irá tentar demovê-la da ideia. Interessante observar que o ex-vice-prefeito de Arroio, Fernando Borges, e um dos caciques do PP do município, é assessor de Zé Milton.

Seguindo a mesma linha do PSB Estadual, coordenador regional da sigla, Kila Ghellere, diz ser contrário a qualquer tipo de aproximação com o PT no que diz respeito a eleição deste ano. Em nível nacional, desde que o ex-ministro Joaquim Barbosa (PSB) abriu mão da disputa presidencial, a cúpula do PSB tem levantado esta possibilidade. De acordo com Kila, não há compatibilidade entre o que o PSB e o PT defendem, no que diz respeito a administração pública. Vale lembrar que Kila, enquanto vereador de Araranguá, já foi defensor da gestão petista local, entre 2013 e 2016.

Deputado federal Esperidião Amin (PP) diz que abre mão de ser candidato ao Governo do Estado se PSD, PSDB, PSB e seu partido estiverem na mesma composição este ano. Deste modo, aceitaria disputar o Senado da República. É mais ou menos como querer que Cristiano Ronaldo, Messi, Neymar e Luiz Soares joguem no ataque do mesmo time. Pior que isto é supor que para o MDB, principal adversário, sobrará apenas os reservas.

Magistrado Osni Cardoso Filho, que foi nomeado esta semana desembargador do TRF-4, de Porto Alegre, já foi juiz federal em Criciúma, entre 1993 e 1996. Por conta disto, era também responsável pelos processos federais aqui de nossa região. Interessante observar que o TRF-4, que foi o Tribunal Federal que colocou o ex-presidente Lula da Silva na cadeia, já conta com o trabalho do desembargador Vitor Luiz dos Santos Laus, que foi promotor em Sombrio na década de 1990. Laus foi um dos três desembargadores que ratificaram a sentença do juiz Sérgio Moro, autorizando a prisão de Lula, além de aumentar sua pena de nove para doze anos.

Charge

Mais de Rolando Christian Coelho

Rolando Christian Coelho

Algumas candidaturas femininas já levantam...

Há candidatas que não estão usando nem mesmo suas próprias redes...

Rolando Christian Coelho

Facada atingiu mais Alckmin do que o próprio...

Candidato do PSDB não poderá contar com votos que fatalmente se...

Rolando Christian Coelho

Ganância do Estado foi o que criou Jair Bolsonaro

Grande verdade é que a sociedade cansou de carregar a máquina...

Rolando Christian Coelho

Falta sintonia entre candidatos daqui de baixo e...

Mauro Mariani foge de Henrique Meirelles, enquanto Merisio não quer...

Mapa de Editorias