Solidariedade     23 de janeiro de 2018 08:00
Autor: Marivânia Farias
Sombrio

Campanha para Dioni termina com sucesso


O final de semana foi o último da grande campanha que desde setembro acontecia em Sombrio, intitulada ‘Uma perna para o Dioni’. O resultado não poderia ser mais satisfatório.

Dioni Coelho, de 37 anos, sofreu um acidente de moto em 2001, e teve a perna direita amputada. Pouco depois, ele colocou uma prótese provisória e agora está usando uma outra, que é velha em idade e ultrapassada em tecnologia. Sentindo dores, pois a perna mecânica machuca sua pele onde faz a ligação com o corpo, e dificuldade para caminhar, depois que o aparelho teve que ser consertado diversas vezes, ele iniciou uma campanha para adquirir uma prótese nova. A busca por recursos começou há cinco meses e inicialmente a meta era atingir R$ 80 mil. Porém, depois de várias pesquisas e conversas com empresas, o valor baixou para R$ 60 mil. Para chegar a esse montante, foram realizados um pedágio, um bingo, e agora uma rifa que foi encerrada neste final de semana. “Praticamente conseguimos o nosso objetivo, e na sexta-feira já vou fazer o molde para a perna”, comemora Dioni. No final de dezembro, ele já tinha dado a entrada exigida pela empresa, de 50% do total, para que a prótese começasse a ser feita. Ela será de fibra de carbono, bem mais leve do que a atual, e terá um joelho que imita com perfeição os movimentos do joelho humano, tornando o ato de andar menos cansativo e mais flexível e natural. A diferença desta perna nova para a antiga é tanta, que depois de colocá-la, Dioni terá que passar uma semana em Florianópolis, na sede da empresa, fazendo fisioterapia e reaprendendo a andar, para conseguir controlar bem o equipamento. “É um sonho realizado, terei mais qualidade de vida e melhora inclusive a minha autoestima”, diz o rapaz.

 

Mapa de Editorias