Geral     11 de junho de 2018 17:00
Autor: Marivânia Farias
São João do Sul

Comunidade de São João do Sul ganha nova ponte

Solenidade de inauguração terminou com bênçãos dadas pelo pastor Valdemar Paulino e o frei Sidnei Signor


A ponte inaugurada na manhã de sexta-feira, dia 1º, na comunidade Beira Rio, em São João do Sul, é bem mais do que uma estrutura de concreto e aço. É a religação, de forma rápida e segura, entre famílias com membros dos dois lados do Rio Canoa, e agricultores que moram em uma margem e trabalham em outra. Mesmo que do outro lado esteja o município de Praia Grande, a ponte une e aproxima quem a água separa.
Seu Hilário Bianchini nasceu e mora até hoje na pequena localidade que tem cerca de 20 famílias. Como tantos outros, ele esperava com ansiedade a reconstrução da ponte, que já existia, porém, tinha sido levada pela correnteza em uma enxurrada em 2015.
Na sexta, ele acompanhou a prestigiada inauguração, que levou ao interior de São João ex-prefeitos do município, vereadores, os deputados estaduais Zé Milton, Manoel Mota, Ricardo Guidi e Doia Guglielmi, e a deputada federal Geovânia de Sá. Ela foi a mais aplaudida e elogiada, pois do investimento de R$ 340 mil na obra, R$ 250 mil vieram de uma emenda da parlamentar. O restante foi recurso próprio da prefeitura. “Esta obra foi muito esperada, pois facilita, além da vida dos moradores, o escoamento da grande produção agrícola da região. Este dinheiro voltou a quem pertence de direito. É a comunidade que está de parabéns”, disse Geovânia.
O presidente da Câmara de Vereadores de São João, Sérgio Luís dos Santos, também enfatizou a alegria dos moradores, que às vezes, cansados de esperar pela nova ponte, criticavam a demora. “Tem que cobrar mesmo, e agora o resultado está aqui”, afirmou Sérgio.
O prefeito de Praia Grande Henrique Maciel compareceu a inauguração e ressaltou a importância da ponte para os dois municípios. Os mais emocionados na solenidade, claro, foram o vice-prefeito Edson Pereira Trajano e o prefeito Moacir Teixeira. Moacir lembrou que o projeto para a construção teve início com seu antecessor, João Rubens. Depois falou de sua dedicação para que a obra fosse realizada o mais rápido possível e com qualidade. “É muito gratificante estar aqui hoje entregando esta obra. Ninguém veio até aqui mais do que eu, só os trabalhadores, porque eu estava empenhado em fazer com que o serviço andasse o mais rápido possível”, disse em seu pronunciamento.
A ponte mede 74 metros com as cabeceiras, e apresenta uma engenharia diferenciada, com uma espécie de cantoneiras de aço que servem para segurar as pedras que podem voltar a atingir a estrutura em caso de enchente, e outros reforços.
A solenidade de inauguração terminou com bênçãos dadas pelo pastor Valdemar Paulino e o frei Sidnei Signor.

Mapa de Editorias