Agricultura

18/08/2017 12:00

Agricultores visitam produção de morango orgânico


Na tarde desta terça-feira, um grupo de agricultores interessados na produção de morangos orgânicos visitaram a propriedade de Alcino Budney, no município de Içara, que produz morangos orgânicos há 14 anos. Na ocasião, os participantes puderam tirar algumas dúvidas sobre o cultivo e comercialização desse produto. O evento foi realizado com uma parceria entre a Secretaria de Agricultura e a Epagri.

Segundo o secretário, Anilson Dal Molin, a administração municipal por intermédio da Secretaria Municipal de Agricultura e Epagri, vem buscando oportunidades de inovação com objetivo de proporcionar aos agricultores mais conhecimento sobre novas culturas e sistemas de diversificação no meio rural que venham agregar na renda familiar. ”Já temos um agricultor produzindo morango aqui no município e os que estiveram neste dia de campo ficaram interessados em implantar o novo cultivo também, isso é inovação e visão de futuro pois o consumo de produtos orgânicos está em alta e com bom preço”, comenta.

O prefeito Valdionir Rocha, o Valdo, diz que a administração está sempre apoiando ações que venha ajudar os agricultores do município e a diversificação de culturas é um passo importante para os agricultores incrementarem  a renda familiar.


11/08/2017 04:00

Supersafra de grãos aumenta e deve atingir 238 milhões de toneladas


Com um aumento de 27,7% ou 51,6 milhões de toneladas, a safra de grãos 2016/17 deve chegar a 238,2 milhões de toneladas frente às 186,6 milhões de t da safra passada. Os números da 11ª e penúltima estimativa da safra atual foram divulgados nesta quinta-feira (10) pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Foram responsáveis por esta supersafra, além de pequena ampliação de área em 4%, as condições climáticas favoráveis e o aumento da produtividade média de todas as culturas, à frente soja e milho, que tiveram alto nível de aplicação tecnológica. A produtividade média da leguminosa subiu de 2.870 para 3.362 kg/ha e a do milho total, de 4.178 para 5.563 kg/ha. A soma de todas as culturas pode chegar a 60,7 milhões de hectares, um pouco acima dos 58,3 milhões de ha da safra 2015/2016.

Em relação à soja, produção e área permanecem próximas ao do último levantamento. O crescimento da cultura deve ser de 19,5% e chegar a 114 milhões de toneladas, com ampliação de 2% na área plantada estimada em 33,9 milhões de hectares. Já para o milho total, a produção deve alcançar 97,2 milhões de toneladas, 46,1% acima da safra 2015/2016. A previsão é de 30,5 milhões de toneladas para a primeira safra e de 66,7 milhões para a segunda. A área total deve alcançar 17,5 milhões de hectares, com um crescimento de 9,7%. Mais de 88% dos grãos produzidos no país se deve às duas culturas.

No caso do feijão total, a produção deve atingir 3,4 milhões de toneladas, em uma área de 3,1 milhões de hectares. O primeira safra, que já está colhido, detém uma produção de 1,39 milhão de toneladas, resultado 34,3% superior ao produzido em 2015/2016. Já o da segunda safra, que também está finalizado, deve alcançar 1,22 milhão de toneladas. O feijão terceira safra deve produzir 750 mil toneladas, sendo 665 mil do tipo cores, 77 mil  do caupi e 7,9 mil toneladas do preto. Com relação ao algodão pluma, o crescimento é de 18,2%, podendo alcançar 1,5 milhão de toneladas, mesmo com a estimativa de queda de 1,7% na área cultivada.

Culturas de inverno – Está prevista a redução de 13,6% na área de trigo, estimada em 1,83 milhão de hectares contra 2,1 milhões de ha da safra passada. Com isso, a produção deve recuar 22,8% e chegar a 5,2 milhões de toneladas frente às 6,7 milhões de t de 2016. Ao contrário do trigo, a aveia eleva a área em 13,3%, podendo alcançar 330,4 mil hectares, com uma produção estimada em 846,8 mil toneladas.

A pesquisa foi realizada no período de 23 a 29 de julho em todas as regiões produtoras, quando foram consultadas diversas instituições e informantes cadastrados em todo o país.


10/08/2017 14:00

Turvo debate tecnologia na rizicultura

Município é o maior produtor de sementes de arroz de Santa Catarina e responsável por 40% do cultivo do grão no estado


Neste fim de semana acontece a 23° Festa do Colono,que movimenta, principalmente, a economia voltada ao fomento da rizicultura. É dos mais de 1.800 hectares de área cultivada com sementes de arroz irrigado em solo turvense que sai 40% da produção de grãos do estado. A semente de arroz irrigado de Santa Catarina é referência nacional por sua alta qualidade e foi em Turvo que começou toda essa tecnologia. Com números tão otimistas e exuberantes é fácil entender porque o município será sede do principal debate sobre as novidades tecnológicas para o setor. O encontro acontecerá na sexta-feira, dentro da programação da Festa do Colono e contará com a palestra do secretário adjunto da Secretaria de Estado da Agricultura de Santa Catarina, Airton Spies.Em seguida, os participantes terão a palestra ‘Ações Climáticas’ com o meteorologista e pesquisador da Epagri, Márcio Sônego, que abordará em seu painel como o tempo pode mudar também a rentabilidade da lavoura.

Solo fértil, água de qualidade, produtores atualizados, antenados com as inovações da tecnologia e parcerias com o Poder Público. Na opinião do engenheiro agrônomo Edivani Eufrásio Coelho, esses foram os pilares que contribuíram para o salto de Turvo na produção de arroz. O município possui hoje mais de 10 mil hectares de arroz irrigado no sistema pré-germinado e ostenta o título de principal produtor de sementes de arroz de SC. O técnico que é responsável por uma das mais modernas unidades de beneficiamento de sementes básicas de arroz do país, está orgulhoso. “Santa Catarina produz em média, 600 mil toneladas de arroz e mais de 40% desta produção sai daqui” conta.

Já de acordo com o empresário ClaudioneiGiusti, foi graças ao empenho dos produtores turvenses, que Santa Catarina conseguiu se tornar destaque nacional na produção de sementes de arroz irrigado. “A alta tecnologia utilizada nas lavouras cultivadas em sistema pré-germinado e os cuidados na limpeza das áreas e das máquinas de colheita, na secagem e no beneficiamento, proporcionam a produção de sementes da mais alta qualidade e isso se traduz em produtividade” comenta.

Com toda a certeza, para esses profissionais, a Festa do Colono será terreno para o plantio de novas ideias.


09/08/2017 08:00

Produtores de banana orgânica celebram apoios


A Associação dos Produtores Orgânicos Aparados da Serra (APAS), de Jacinto Machado, comemorou no domingo, junto aos associados, familiares e autoridades, o apoio recebido da Epagri e Programa SC Rural na execução de um projeto para melhorar os trabalhos com a banana orgânica na ordem de R$250.000,00.

 

Conforme o gerente Regional da Epagri de Araranguá, Reginaldo Ghellere, os investimentos foram para a construção de casas de embalagens, distribuidores de adubo orgânico, distribuidores de óleo mineral, entre outros. “Muito serviços no manejo dos bananais eram realizados manualmente e agora, com o auxílio dos equipamentos, passam a ser feitos de forma mecânica, aliviando a já difícil tarefa dos agricultores”, conta.

A APAS possui 15 famílias associadas residentes no município de Jacinto Machado. Atualmente, o grupo já comercializa mais de 550.000 quilos de banana orgânica por ano, e com o auxílio dos equipamentos, irá aumentar a produtividade e qualidade do produto que não pode faltar nas mesas dos brasileiros.

 

 

Carregar mais

Mapa de Editorias