Ecologia

21/08/2017 18:00

Evento Portas Abertas recebe estudantes


Na semana passada, mais de mil estudantes da região da Amesc, foram recepcionados na Central de Araranguá, onde foi realizada a 13ª edição do DNCL, Dia Nacional do Campo Limpo. O evento, organizado pela Arasul (Associação dos Revendedores de Agroquímicos do Sul), faz parte do programa brasileiro de destinação de embalagens vazias de defensivos agrícolas, do Inpev (Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias).

Com o tema: “Quando cada um cumpre a sua parte, temos muitos motivos para comemorar”, o DNCL reconheceu a importância do envolvimento de todos os elos da cadeia agrícola (agricultores, canais de distribuição, fabricantes e poder público) para o sucesso do Sistema Campo Limpo. A Cooperja, associada da Arasul, esteve presente no evento, com colaboradores que ficaram responsáveis por uma das estações de visitação. “Este também é um trabalho social muito grande e só funciona devido ao elo entre escola, comunidade, agricultor e canal de revenda”, destacou Vinícius Cechinel de Morais, integrante da diretoria da Arasul e gerente comercial da Cooperja. “Hoje estamos nesse evento ‘Portas Abertas’ para mostrar a importância da devolução das embalagens”, afirmou Dion Elias, coordenador da Arasul, durante sua fala de abertura.

Para a estudante Laura Cascemicholsi de 10 anos, de Jacinto Machado, participar deste evento representa mais conhecimento para toda a família. “Eu já vim no ano passado e gostei muito. Aprendemos bastante e depois repasso tudo para o meu pai que é agricultor. Também conversamos na escola sobre reciclagem. Hoje o que mais gostei foi do teatro, que destacou a importância da reciclagem e da compostagem”, declarou Laura.

Durante todo o dia, os alunos visitaram estações onde foram explicados todos os processos da Central de Recolhimento; assistiram à peça teatral; lancharam e acompanharam a premiação para agricultores destaques, por boas práticas no campo.


20/08/2017 00:00

Imagens da natureza brasileira podem concorrer à premiação exclusiva

Concurso irá premiar a melhor foto, feita por fotógrafos amadores ou profissionais, de áreas protegidas brasileiras


Estão abertas as inscrições para o Concurso Fotográfico Wikiparques 2017. Até o dia 3 de setembro, fotógrafos profissionais e amadores que enviarem seus “cliques” de áreas protegidas brasileiras – como parques, unidades de conservação e corredores ecológicos -, estarão disputando um prêmio exclusivo.

Para concorrer, os registros devem ser inscritos no site do WikiParques – plataforma colaborativa que disponibiliza informações gratuitas sobre as áreas protegidas do país – e serão julgados por uma banca formada por representantes da plataforma, jornalistas do portal ambiental “O Eco”, e também por fotógrafos convidados.

“O concurso é uma forma de ampliar os conhecimentos sobre os parques nacionais e as unidades de conservação e ainda destacar as belezas naturais brasileiras”, relata Malu Nunes, diretora executiva da Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza, uma das instituições criadoras do WikiParques.

O fotógrafo vencedor receberá como prêmio um livro sobre meio ambiente e terá suas fotos divulgadas com destaque no blog e nas mídias sociais do Wikiparques. No último ano (2016), o concurso recebeu mais de 900 fotos inscritas por cerca de 200 participantes.

Mais informações sobre o Concurso neste link.


15/08/2017 14:00

Reunião discute potencial e Geoparque


O potencial de Morro Grande para integrar o projeto do Geoparque foi a pauta da uma reunião no gabinete do prefeito Valduir Rocha, o Valdo, que também preside a AMESC. Na oportunidade estiveram presentes a presidente da IGR (Instância de Governança da Região Caminho dos Canyons) Joice Aguiar, acompanhada dos geólogos Jean Carlos Vargas e Flavia Fernanda de Lima, além do Diretor de Turismo de Morro Grande, Gislael Floriano. Os presentes trataram de assuntos referentes ao setor turístico e aos geossítios, que encontram-se nas encostas de Morro Grande e são de grande relevância ao geoparque. “Os geólogos estão ansiosos para iniciar os trabalhos de campo devido à diversidade que a cidade possui”, relatou Joice. Segundo Gislael, esse projeto vem para acrescentar no desenvolvimento da região. “Claro que o turismo será o mais beneficiado, mas com isso os olhos do mundo estarão voltados para cá. O aumento do fluxo turístico trará desenvolvimento para o comércio regional e gerará uma reação em cadeia, onde todos crescerão”, argumenta. O prefeito Valdo diz que o município de Morro Grande está dentro deste projeto e dará todo suporte para que o mesmo seja concretizado. “Temos potenciais diferenciados de outras regiões do país e belezas únicas, além da diversidade de geossítios em toda a abrangência do Geoparque. Temos muito trabalho pela frente, mas a persistência trará os frutos”, conclui.


10/08/2017 18:00

Cidade quer ser mais verde


A prefeitura de Morro Grande, em parceria com a Epagri, está lançando uma campanha de mudas frutíferas, ornamentais e nativas, para todas as famílias do município.Segundo o engenheiro agrônomo Eder Luiz Dal Toé, a iniciativa tem por objetivo,além do embelezamento das propriedades, a preservação do meio ambiente, incentivar a implantação e melhoramento dos pomares domésticos, buscando a produção de frutas durante todo o ano. O prefeito concorda. “Na luta pela preservação da vida na terra, estamos sempre realizando esforços na conscientização das famílias morrograndenses, procurando informar sobre os cuidados que devemos ter com as questões ambientais para que vivemos em harmonia com a natureza. A campanha vem de encontro a necessidade e preocupação de muitos em recuperar as suas chácaras, arborizar nascentes dentre outras ideias que possa agregar na propriedade”, relata Valdionir Rocha, o Valdo.

A extencionista da Epagri, AnaliceZaccaron, que atua em Morro Grande, diz que além dos melhoramentos que a arborização traz, as árvores frutíferas produzem uma infinidade de alimentos que contribuem para a saúde das pessoas. “As frutas são ricas em vitaminas, e vindo direto do pomar proporcionam melhor alimentação e qualidade de vida a quem as consomem”, pondera. As mudas serão adquiridas em viveiros e os pedidos deverão ser feitos no escritório da Epagri até o dia 17. As árvores encomendadas serão entregues na Prefeitura de Morro Grande no dia 24, apartir das 9h30min. O pagamento deve ser efetuado no momento do pedido.

Carregar mais

Mapa de Editorias