Economia

17/11/2017 04:03

Coach fala sobre ‘O Profissional Extraordinário’ em palestra na Aciva


O Café de Negócios do mês de novembro levou um bom público na manhã desta quinta-feira, dia 16, ao auditório II da Associação Empresarial de Araranguá e Extremo Sul Catarinense – Aciva. Após serem servidos com um café da manhã completo, os presentes puderam prestigiar a palestra com o coach William Machado. Ele abordou o tema ‘O Profissional Extraordinário’ e deu dicas básicas sobre como ser um profissional de sucesso, em qualquer área de atuação.

A Aciva promove todos os meses encontros, e workshops, gratuitos. Para ficar por dentro de todas as novidades da associação, acesse www.acivaararangua.com.br ou as redes sociais: @acivararangua.


30/10/2017 11:39

Hoje: Audiência discute a Lagoa do Sombrio


A Câmara de Vereadores de Sombrio realiza nesta segunda-feira, às 18h30min, uma audiência pública para discutir a Lagoa do Sombrio. O presidente do legislativo Nego Gomes, determinou a formação de uma comissão que está organizando o encontro, com a participação de representantes da colônia de pesca, da associação de moradores do bairro Furnas, da ONG Aguapé e vereadores.

O problema da lagoa, considerada o maior manancial de água doce do estado, se estende desde a década de 1970, quando seus antigos canais e sua sinuosidade foram alterados propositalmente. Autoridades municipais e estaduais recorreram ao órgão Federal DNOS (Departamento Nacional de Obras e Saneamento), para a realização de drenagens através da construção de canais (Canal do DNOS), descaracterizando os rios naturais, tais como o Rio do Caverá e a Sanga da Madeira.

Porém, a vazão e consequente baixa lâmina d’água, não são os únicos problemas. Um dos que mais incomodam os pescadores é justamente o que terá prioridade na discussão de hoje, o avanço da braquiária (Brachiária Radicans) planta aquática exótica que se expande rapidamente e toma conta de toda a superfície.

Além da cidade que lhe dá nome, a lagoa molha também Balneário Gaivota, Santa Rosa do Sul, São João do Sul e Passo de Torres. Representantes destes municípios foram convidados a se fazer presentes na audiência desta segunda.

 

Lagoa, gaita e violão

No último sábado, aconteceu o 2º Encontro de Gaiteiros e Violeiros de Sombrio, organizado pela dupla Tio Lino e Zezinho, na casa do próprio Tio Lino, às margens do rio da Lage.

Entre gaiteiros e violeiros, a dupla de sertanejo raiz entoou a música A Lagoa do Sombrio, espécie de hino não oficial do município, e convidou para a audiência pública desta segunda-feira na Câmara de Vereadores, que apoiou o encontro.

Noerci Santos Pereira, o Nonô, mora em Praia Grande, cidade que não é banhada pela lagoa, e veio a Sombrio apenas pelas modas de viola. “Sou violeiro desde os 17 anos e meu filho é músico também. Tocar violão é um grande prazer”,disse.

O evento, batizado de Lagoa, Gaita e Violão, teve o apoio da prefeitura e da Casa da Cultura de Sombrio.

 


29/10/2017 18:00

5 ideias de negócios para ganhar dinheiro sem sair de casa


Livrar-se da rigidez do relógio de ponto, do salto alto e da gravata, da pressão do chefe e das horas perdidas no trânsito. Esse é o desejo de muita gente que quer deixar o emprego para empreender do conforto do seu lar.

Com a tecnologia disponível hoje, muitas atividades profissionais podem ser desenvolvidas de casa. Mas trabalhar em casa, mesmo no seu próprio negócio, exige muita disciplina e dedicação.

Segundo Reinaldo Messias, consultor do Sebrae-SP, o empreendedor deve se preparar para encarar a rotina como faria se fosse para um escritório. “Quem opta por trabalhar em home office não pode tratar o negócio como parte da casa. Ficar de pijama e trabalhar no quarto, nem pensar”, diz o consultor.

Tendo isso em mente é possível ganhar dinheiro sem sair de casa, sim. Veja algumas ideias de negócios que podem ser montados na sua sala (ou cozinha, quarto, jardim…):

Programador e Designer de sites

Construir sites, desde a linguagem de programação até o desenvolvimento de layout e identidade visual. É isso que faz Alessandro Guimarães. Ele comanda há três anos a Web House Design, empresa de criação de sites e soluções em web, que funciona em um cômodo de sua casa.

“Não me vejo mais trabalhando em uma empresa e abrindo mão da liberdade que trabalhar em casa me proporciona. A responsabilidade aumenta, e muito, mas também há mais caminhos para conhecer o seu próprio potencial e se desenvolver como profissional”, comenta Guimarães.

Ao abrir a própria empresa, o desenvolvedor teve que lidar com as dificuldades de se posicionar no mercado. “Minhas primeiras fontes de divulgação foram os amigos mesmo, que recomendavam meu trabalho”, diz. Mas também, de acordo com o profissional, existiu a necessidade de diferenciar seu serviço.

Para conquistar seu espaço, Guimarães aposta no atendimento personalizado, cumprimento de prazos e transparência nas informações dadas aos clientes sobre o andamento de seus projetos.

 

Personal Organizer

Por mais que tenha vontade, tem gente que não nasceu para “essa coisa” de organização. Nessas horas, contar com um profissional é uma mão na roda. Mas engana-se quem acha que é preciso que o personal esteja presencialmente em cada local que será organizado. A empresa Mudança Organizada  é prova disso.

“A demanda de pessoas que procuravam pelos nossos serviços, mas moravam em outro estado fez com que nós começássemos a oferecer uma assessoria via telefone ou Skype”, conta Gisele Steele, sócia da Mudança Organizada.

A consultora vê sucesso no serviço de assessoria remota por exigir justamente uma das principais habilidades que um profissional de organização precisa ter: a comunicação.

“Entender o que o cliente precisa é a parte mais importante do trabalho. Precisamos saber como ele lida com o desapego de suas coisas”, comenta a personal.

Designer de Interiores

Uma planta ali, um quadro acolá, e pronto, o ambiente já parece outro! Pequenas mudanças podem dar uma “nova cara” para um local. Mas, muitas vezes é preciso que esse olhar seja externo. É aí que entram os serviços online da designer de interiores Jacklen Dantas.

“Uma vez uma brasileira que mora em Washington (EUA) ligou para o meu escritório e disse que não buscava um projeto e sim uma simples dica. A partir daí, surgiu a ideia de orientar as pessoas pela web”, explica Jacklen.

Para a designer, fazer o atendimento online torna o serviço mais econômico. Já que essas consultorias são mais simples do que um projeto completo de decoração que, esse sim, exige visitas no local.

“A consultoria online ajuda as pessoas a melhorarem a aparência de seu ambiente sem correr o risco de errar comprando materiais ou contratando mão de obra errada”, conta a consultora.

De acordo com a designer, 50% dos seus atendimentos agora se dão pela internet. “Presencialmente ainda atuo muito no Rio de Janeiro e Niterói, mas com a internet, já consegui clientes de outros estados e até mesmo fora do país”, conta a consultora.

 

Professor virtual

O estudo “Panorama das MPE do Estado de São Paulo – 2015”, feito pelo Sebrae-SP, prevê que a participação das MPEs (micros e pequenas empresas) no setor de serviços será de mais de 50% até 2022. 

Um dos setores de serviço que mais cresceu nos últimos anos, de acordo com o mesmo estudo, foi o de educação, com taxa anual de crescimento de 8%. E com a internet, as oportunidades de ser um professor independente de uma instituição aumentam.

Pelo menos é nisso que acreditam pessoas como André Klein, professor alemão e autor do livro “How to Teach Online without Selling Your Soul”(Como ensinar online sem vender sua alma, em português). 

Tanto no livro, quanto em seu blog, Klein foca em ensinar professores a lidarem com conceitos de marketing para que possam entrar no mercado de maneira positiva e independente. O autor também acredita que ser o dono da própria escola, ou melhor dizendo, ser a própria escola, ajuda o professor a sair dos baixos salários que normalmente são pagos para os profissionais em instituições ou mesmo em sites de ensino online.

Revendedor de produtos de beleza

Ano passado a marca de cosméticos Avon chegou ao número de 1, 5 milhão de revendedoras no Brasil. Atuar como representante de vendas de produtos de beleza é uma oportunidade para quem quer trabalhar de casa.

Além da tradicional venda de “porta em porta” e em salões de beleza e outros espaços, muitas revendedoras de cosméticos criam seus próprios sites, para chegar com mais facilidade ao consumidor.

Segundo Messias, do Sebrae, uma vantagem de ser um revendedor é não ter que se preocupar muito com detalhes fiscais. “As contas de tributação são de responsabilidade da empresa que quer fabrica os produtos. Só é importante conferir se você está vendendo um produto legalizado, dentro das normas brasileiras”, aconselha o consultor.

Viu só? É possível ganhar dinheiro sem sair de casa. Com esforço, criatividade e dedicação, você também pode chegar lá. Boa sorte!


22/10/2017 00:00

Mais de R$ 1 bilhão referente ao ano-base 2015 ainda não foi sacado


Mais de R$ 1 bilhão referente ao Abono Salarial do PIS/Pasep Ano-Base 2015 ainda não foi sacado. O dinheiro pertence a aproximadamente 1,46 milhão de trabalhadores que têm direito ao benefício, mas ainda não foram ao banco para retirá-lo. O prazo final é 28 de dezembro de 2017, e não haverá nova prorrogação.

Metade de todo esse recurso está no Sudeste, principalmente nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. O chefe de divisão do Abono Salarial do Ministério do Trabalho, Márcio Ubiratan, lembra que esse recurso é dos trabalhadores, e aconselha as pessoas a verificarem se têm direito ao benefício.

“Nós disponibilizamos no site do Ministério do Trabalho a lista com os nomes de todos os trabalhadores com direito ao abono de 2015 e que ainda não sacaram o dinheiro. O trabalhador pode consultar essa lista. Se o nome dele estiver lá, basta dirigir-se ao banco e fazer o saque”, orienta.

A consulta pode ser feita clicando em um banner na parte superior do portal do Ministério do Trabalho (www.trabalho.gov.br ) ou diretamente no link http://trabalho.gov.br/abono-salarial/consulta-abono-salarial. É necessário ter em mãos o número do PIS ou do CPF e informar a data de nascimento. Também é possível descobrir sobre o benefício procurando as agências bancárias. Trabalhadores da iniciativa privada recebem na Caixa. Servidores públicos, no Banco do Brasil.

Para ter direito ao benefício é necessário haver trabalhado formalmente por pelo menos 30 dias em 2015 com remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado. Além disso, o trabalhador tinha de estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e ter tido seus dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais). O valor que cada trabalhador tem para receber é proporcional à quantidade de meses trabalhados formalmente no ano-base e pode variar de R$ 79 a R$ 937.

Balanço de saques do Abono Salarial ano-base 2015*

 

REGIÃO / UF

 Participantes Taxa de

Cobertura

Valor Pago (R$)

 

Participantes

Não Pagos

Disponível para Saque (R$)
Identificados Pagos
NORTE 1.385.009 1.301.036 93,94% 926.929.729,55 83.973 59.872.638,28
AC 63.302 61.812 97,65% 44.631.386,80               1.490 1.075.855,28
AP 57.203 52.538 91,84% 36.863.846,53               4.665 3.273.246,87
AM 334.020 311.411 93,23% 215.987.971,92            22.609 15.681.116,14
PA 565.310 525.456 92,95% 382.909.606,44            39.854 29.042.354,56
RO 179.672 170.925 95,13% 118.757.546,92               8.747 6.077.357,10
RR 44.089 42.621 96,67% 29.592.975,08               1.468 1.019.274,24
TO 141.413 136.273 96,37% 98.186.395,86               5.140 3.703.434,10
NORDESTE 5.491.459 5.311.912 96,73% 3.868.918.072,80 179.547 130.633.582,32
 AL 322.362 314.036 97,42% 225.600.769,88               8.326 5.981.327,01
BA 1.413.509 1.366.478 96,67% 992.570.495,10            47.031 34.161.971,84
CE 991.232 953.382 96,18% 700.686.228,42            37.850 27.817.783,16
MA 418.420 401.872 96,05% 289.659.154,13            16.548 11.927.379,07
 PB 415.227 406.488 97,90% 304.738.433,92          8.739 6.551.507,48
 PE 1.013.325 975.021 96,22% 701.446.339,99      38.304 27.556.535,30
 PI 284.538 281.802 99,04% 206.030.513,37      2.736 2.000.338,84
 RN 391.446 379.418 96,93% 277.268.316,12          12.028 8.789.734,03
SE 241.400 233.415 96,69% 170.917.821,87       7.985 5.847.005,58
CENTRO-OESTE 1.918.379 1.759.615 91,72% 1.204.854.433,49 158.764 109.126.050,70
DF 411.829 355.032 86,21% 248.331.498,85       56.797 39.727.360,18
GO 810.834 757.646 93,44% 520.600.970,25         53.188 36.547.047,57
MT 372.445 344.758 92,57% 230.703.940,35         27.687 18.527.488,84
MS 323.271 302.179 93,48% 205.218.024,04        21.092 14.324.154,10
SUDESTE 11.414.376 10.640.532 93,22% 7.395.517.157,88 773.844 536.546.110,13
 ES 531.396 505.218 95,07% 356.864.062,60          26.178 18.491.002,76
MG 2.881.229 2.738.541 95,05% 1.939.579.725,20 142.688 101.059.196,06
RJ 2.145.324 1.986.304 92,59% 1.392.313.990,85          159.020 111.466.205,99
SP 5.856.427 5.410.469 92,39% 3.706.759.379,23      445.958 305.529.705,33
SUL 4.059.242 3.793.534 93,45% 2.602.319.065,33 265.708 182.273.402,92
 PR 1.546.036 1.448.317 93,68% 998.874.842,65     97.719 67.394.811,18
RS 1.475.672 1.386.619 93,97% 946.766.755,41      89.053 60.804.316,02
SC 1.037.534 958.598 92,39% 656.677.467,27     78.936 54.074.275,72
TOTAL BRASIL 24.268.465 22.806.629 93,98% 15.998.538.459,05 1.461.836 1.018.451.784,34

*dados em 31 de agosto de 2017

Carregar mais

Mapa de Editorias