Educação

19/06/2018 11:00

Escolas de Araranguá receberão projeto de leitura

As escolas vão receber uma bela estante personalizada com livros infantis e materiais de apoio pedagógico


Duas escolas estaduais e uma municipal de Araranguá estão sendo contempladas com o projeto Estante de Histórias, desenvolvido pela VR Projetos Culturais e Sociais, em parceria com a Alliance One.
As escolas vão receber uma bela estante personalizada com livros infantis e materiais de apoio pedagógico. A ideia é que seja utilizado como peça de apoio para professores e bibliotecários promoverem a leitura.
Ela contempla 100 livros infantis e diferentes adereços para facilitar a contação de histórias em sala de aula, além de cartilhas de atividades para professores e alunos.
As escolas que estão sendo contempladas são:
– Escola Estadual Castro Alves;
– Escola Estadual Neusa Ostetto;
– Creche Municipal Jardim Cibele.
Além da entrega das estantes, o projeto vai oferecer duas oficinas para os professores com a jornalista Cristiane Ostermann, que mostrará o quanto a literatura pode ser parceira no dia a dia para trabalhar valores com as crianças em sala de aula.
As oficinas ocorrem nesta terça e quarta-feira, dias 19 e 20, na EBM Nova Divinéia.


17/06/2018 09:00

Comemoração reaviva fé no padroeiro

Crianças demonstram fé e celebram padroeiro de Sombrio


Renê Tiscoski tem 82 anos, portanto, não lembra da criação da paróquia Santo Antônio de Pádua de Sombrio, ocorrida quando tinha somente dois anos de idade. Mas em seguida, muito menino ainda, começou a participar da vida religiosa de Sombrio. “Com sete anos, eu cangava uma parelha de boi e levava minha avó na missa, na primeira capela da cidade”, contou. Essa pequena igreja ficava na atual rua Caetano Lummertz, na chamada Lomba da Rússia. “Ali meus pais se casaram e eu fiz a primeira comunhão”, lembrou.
Depois, pouco mais velho, Renê levava comida para o pai, José Tiscoski, que ajudava na construção da Matriz. Ele também estava na procissão fluvial que trouxe a imagem do padroeiro Santo Antônio, de Torres para Sombrio, pela lagoa. “A gente sempre participava de tudo, era da comissão da Igreja. Hoje já não participo tanto por questão de saúde, mas a fé é a mesma”, disse seu Renê.
FT SEU RENE

Devoção em toda idade
A festa de Santo Antônio de Pádua, realizada de 31 de maio a 13 de junho em Sombrio, faz a devoção ao padroeiro ser reavivada, até entre os pequenos. Júlia Machado, de 11 anos, e Kauã Gordini da Rosa, 10, estavam entre as crianças que na manhã da última quarta-feira, 13 de junho, dia do Santo Casamenteiro, participaram da missa usando trajes que lembram o santo. “É bem legal e emocionante”, disse a menina.
A pequena Rafaela, de cinco anos, também vestiu a túnica marrom amarrada com um cordão, que era usada pelos religiosos da ordem de Santo Antônio. Ela talvez não compreendesse bem o significado deste ato, mas percebeu a satisfação da avó que a acompanhava, vestindo o mesmo traje. Maria Teresinha Feliciano Silva disse que leva a neta todo ano à festa, em agradecimento por tê-la em sua vida. “Eu não tive filha, só filhos. Então veio ela, e mora comigo, é uma grande alegria”, afirmou à senhora, que reside no bairro Januária, em Sombrio.


16/06/2018 14:00

Apaes da região procuram professores

Educação Especial da Gered Araranguá promoverá 6ª chamada para professores ACTs com vagas em 5 Apaes do Extremo-Sul


O Setor de Educação Especial da Gerência Regional de Educação (Gered) irá promover na sala 36 da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, na próxima segunda-feira, dia 18, a partir das 14 horas, a sexta chamada referente ao Processo Seletivo 003/2016 da Fundação Catarinense de Educação Especial (FCEE), para admissão de professores em caráter temporário para atuação em 5 Apaes da região do Extremo-Sul.
As vagas são para início de contrato em 2 de julho de 2018, nas Apaes localizadas em Araranguá, Praia Grande, Balneário Arroio do Silva, Turvo e Maracajá.
Para as vagas remanescentes ofertadas e não preenchidas pelos candidatos classificados no Edital 003/FCEE/2016, será realizada chamada pública. Os interessados deverão estar com seus documentos pessoais, comprovação de habilitação e comprovante de tempo de serviço.

Vagas disponibilizadas:
– Apae de Turvo – Educação Especial/Deficiência Intelectual – 20 horas vespertino excedente.
– Apae de Maracajá – Educação Especial/Deficiência Intelectual – 20 horas vespertino excedente.
– Apae de Balneário Arroio do Silva – Educação Especial/Deficiência Intelectual – 20 horas vespertino excedente; Educação Física – 03 aulas matutino excedente; Informática Educativa – 02 aulas matutino excedente.
– Apae de Praia Grande – Educação Especial/Deficiência Intelectual – 20 horas vespertino excedente.
– Apae de Araranguá – Informática Educativa – 06 aulas matutino e 06 aulas vespertino.


16/06/2018 09:00

Profissionais debatem Atendimento Educacional Especializado em escolas estaduais

Reunião contou com a explanação sobre o AEE Altas Habilidades/Superdotação


A Gerência Regional de Educação (Gered), por meio do Setor de Educação Especial, promoveu na quarta-feira, dia 13, no auditório da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Araranguá, uma reunião de trabalho sobre o Atendimento Educacional Especializado (AEE) oferecido em 32 escolas da rede estadual de ensino da Região.
Participaram da reunião, coordenada pela integradora do Setor de Educação Especial, Luciana Baltazar Pereira e pela coordenadora do AEE na 21ª Gered, Eléria Karine Kunhasky Coelho Comin, os assistentes técnico-pedagógicos (ATPs) e professores do Atendimento Educacional Especializado das escolas estaduais do Extremo-Sul.
Entre os assuntos, estavam as orientações, de acordo com a Política de Educação Especial, sobre a Resolução 100/2016, que traz as diretrizes que norteiam o atendimento nas escolas das necessidades educacionais especiais de alunos com deficiência, transtorno do espectro autista, transtorno de déficit de atenção/hiperatividade e altas habilidades/superdotação.
A reunião contou com a explanação sobre o AEE Altas Habilidades/Superdotação, da assessora do AEE nos pólos localizados em Araranguá, na EEB Eremeta Souza e Turvo, na EEB Jorge Schutz, Ana Paula Ramos. A assessora socializou, entre outros assuntos, as práticas pedagógicas utilizadas no atendimento aos alunos com indicadores de altas habilidades/superdotação, que participam uma vez por semana, no contraturno, de atividades nestes pólos.
Informações referentes às deficiências e transtornos que são trabalhados pelo professor no AEE (autismo, deficiência intelectual e transtorno de déficit de atenção e hiperatividade/TDAH) foram prestadas ao grupo pela professora da Apae de São João do Sul, Edilene dos Santos.

Carregar mais

Mapa de Editorias