Esportes

15/06/2017 01:00

Basquete Satc ganha o reforço de atletas que atuam nos Estados Unidos

Ex-jogadoras da equipe permanecem de férias no Brasil até o início de setembro


As jogadoras Emanuely de Oliveira e Mariana Zanelato Minotto, que fazem parte do colégio Wasatch Academy, de Utah, nos Estados Unidos, estão de férias no Brasil até agosto. Enquanto isso voltaram a atuar pela Satc, equipe que fizeram parte até outubro de 2016.

“Elas irão fazer algumas partidas pelo nosso time, participando dos Jogos Abertos. É bom para as outras jogadoras verem que é possível ter uma oportunidade assim. Temos muitas meninas com esse potencial aqui”, valorizou a treinadora Luana Minotto.

Emanuely, conhecida como Manu, joga basquete há seis anos e atua como ala ou armadora. Em 2016 fez parte do elenco da Seleção Brasileira que disputou o campeonato mundial sub-17 realizado na Espanha. Ela já tem propostas de 16 universidades para jogar, mas antes terá de concluir o high school, equivalente ao ensino médio do Brasil, porém com um ano a mais de estudos.

“Ficar longe da família é complicado, mas os Estados Unidos é o lugar ideal para jogar basquete. Estamos analisando as propostas para ver qual a melhor, já estão entrando em contato com meus pais”, explicou a jogadora.

A pivô Mariana Zanelato Minotto começou a jogar basquete junto com Manu, até o procedimento de ida para os Estados Unidos foi realizado na mesma época. Embora as regras do esporte tenham algumas diferenças entre os dois países, a adaptação foi rápida. As duas meninas são titulares da equipe.

“O basquete nas categorias de base tem algumas diferenças entre o Brasil e os Estados Unidos, lá não tem o limite de 24 segundos para a posse de bola, as jogadoras podem pedir tempo e as posições em quadra não são bem definidas”, contou Mariana.

Embora joguem há apenas oito meses em um país diferente, as meninas de Criciúma já estão entre as lideranças do time. “Teve um jogo que perdemos o primeiro quarto por 20 a 6, a nossa equipe estava quase morta, mas eu e a Manu puxamos o time, no final acabamos perdendo, mas só por um ponto”, explanou a pivô.

 

Ida para os Estados Unidos

As meninas reveladas pelo projeto da Satc em parceria com a Fundação Municipal de Esporte (FME) de Criciúma tinham destaque na equipe. O colégio de Utah estava procurando duas alas, posição que jogavam na época, então aconteceram conversas entre técnicos e envio de vídeos com as jogadas, até chegarem ao acordo para a mudança. “Foi tudo muito rápido, eu ainda não tinha passaporte, mas no final deu tudo certo”, destacou Mariana.

O idioma diferente parecia uma barreira no início, mas as duas driblaram sem maiores dificuldades. “Quando surgiu o convite eu não sabia falar inglês, mas hoje morando lá já aprendi bastante”, ressaltou Manu.

 

Jogos pela Satc

Como já passaram dos 17 anos, e a Satc não possui time na categoria sub-19, as garotas devem atuar pela equipe adulta. Também vão participar dos Jogos Abertos de Santa Catarina, para atletas entre 15 e 18 anos. No período em que ficarem no Brasil vão treinar na equipe de Criciúma. Em 2016 as duas jogadoras fizeram parte do elenco que conquistou o Campeonato Estadual na categoria sub-17.

 


29/05/2017 08:48

Professor da Satc desenha uniformes para o Tigre

O designer Rafael Hoffmann apostou no retrô para criar modelos de camisas do time do coração


Como designer e torcedor do Criciúma Esporte Clube, Rafael Hoffmann sempre teve o sonho de desenhar o uniforme do time do coração. A partir de “uma paixão, um sonho e um surto criativo”, como o próprio professor descreve, as ideias ganharam forma e se tornaram propostas autorais e experimentais. Hoffmann não tem ligação profissional com o clube e criou as camisas por amor ao time.

“Eu queria mostrar as minhas ideias que já eram antigas. Já tinha alguns rabiscos, mas as propostas reais surgiram de ontem pra hoje”, explica o designer.

As sugestões surgiram de observações sobre a reação dos torcedores em relação aos últimos uniformes lançados. “Eu vejo que as pessoas gostam muito das cores, mas a aceitação não era tão boa. Queria ver se as pessoas percebiam algo diferente nas minhas criações”, conta Hoffmann.

Para criação, o designer se inspirou em modelos antigos e nas texturas dos tigres. “As cores do uniforme já são bonitas, mas dava para explorá-las mais. Busquei referenciais em outros clubes que usam cores diferentes. Usei também o estilo retrô, que gosto bastante, mas sempre dando uma modernizada”, esclarece. O professor da Satc também buscou valorizar os patrocinadores sem ocupar grande espaço nos uniformes, de maneira que ficassem com uma “linguagem limpa”.

Sobre expectativas, o designer diz que sonha ver os modelos utilizados pelo clube do coração. “Gostaria que fossem usados ou que usem como referência. É um sonho, um trabalho que eu gosto. Gostaria de poder ajudar no processo de desenvolvimento”, revela. Conheça os desenhos no sitehttp://rafaelhoffmann.com/criciuma/index.html. 


24/05/2017 04:00

Meninas da Satc/FME estreiam no Estadual Sub-12 de basquete

Jogando fora de casa, equipe de Criciúma conquistou uma vitória


Foram realizados no sábado (20) os primeiros jogos do Campeonato Estadual de Basquete na categoria Sub-12 feminina. O time da Satc/FME viajou até Florianópolis para enfrentar duas equipes, onde venceu uma partida e perdeu a outra.

“Elas cresceram em todos os sentidos. Se divertiram e choraram por causa do jogo, mas aprenderam muito de basquete”, contou a auxiliar técnica da equipe Luana Minotto.

No primeiro jogo o placar foi apertado e terminou com derrota de 45 a 41 para a equipe Baby (IBBC / Benetton Basket / IP / Udesc).

Na segunda partida uma atuação de alto nível, com vitória fácil por 49 a 24 contra o Avaí (ADIEE / Avai / FME). A próxima rodada ainda não tem data e nem local definidos.

 


04/05/2017 00:00

Satc realiza mais uma edição dos JOS

Jogos envolvem mais de 3 mil alunos da escola na disputa de oito modalidades


A partir de sábado (6) a Satc respira esporte. A escola realiza mais uma edição dos Jogos Olímpicos da Satc (JOS), reunindo mais de 3 mil estudantes em competições individuais e coletivas. Uma das novidades de 2017 é a corrida rústica que reunirá também pais e mães.

“O objetivo é aproximar os pais e as mães da escola. Também é uma oportunidade para praticarem uma atividade que ajuda na qualidade de vida”, contou o coordenador de Educação Física da Satc, Antônio Luiz Soratto, o Toninho. A corrida inicia às 10h de sábado e terá dois percursos, de 3 mil metros e de 1,6 mil metros. “É uma oportunidade para os alunos competirem junto com os pais. A corrida ajuda a relaxar da desgastante rotina”, explicou a organizadora da disputa, Vita Rodrigues.

As inscrições ainda estão abertas, para garantir a vaga basta informar nas secretarias dos ensinos fundamental e médio. O vencedor ganha medalha e troféu, quem chegar entre a 3ª e a 10ª colocação recebe medalha de bronze.

Os Jogos, que chegam à 39ª edição, serão realizados de 6 a 10 de maio. Segundo Toninho, a competição envolverá disputas de atletismo, futebol, voleibol, futsal, xadrez, streetball, handebol e tênis de mesa. Além de sábado, haverá disputas na segunda, terça e quarta-feira. Os alunos do fundamental competem no período da manhã, a partir das 7h30, enquanto os do ensino médio durante a tarde, começando as 13h10.

 

Carregar mais

Mapa de Editorias