Geral

23/08/2017 18:00

População conhece projeto Cura no Quintal


O que pode unir a Secretaria de Saúde e o Departamento de Cultura de Balneário Gaivota? A vontade de resgatar uma antiga prática cultural que pode melhorar a qualidade de vida da população. Deste encontro de vontades nasceu o projeto Cura no Quintal, apresentado na noite desta terça-feira a população.

A ideia que será colocada em prática tendo a frente o diretor de Cultura Jorge Cunha, o secretário de saúde José Luiz Lentz e o médico Diego Romero, é criar um horto comunitário, com plantas medicinais, verduras e legumes. A área, 59 metros de terra localizada em frente ao Posto de Saúde Central, está garantida e a intenção é que mais tarde hortas semelhantes se espalhem pelos bairros.

Para Jorge Cunha, cultura trata também de comportamento e de mudança de hábito, neste caso, deixando de lado um pouco a medicina tradicional, substituída pelos bons e velhos chás caseiros. José Luiz teme que o uso de medicamentos seja exagerado pela população, com consequências para a própria pessoa e para o sistema de saúde pública. Sua preocupação pode ser transformada em números: em apenas um trimestre deste ano, a secretaria distribuiu mais de 650 mil comprimidos, e cerca de 120 pessoas passam diariamente pela farmácia municipal.

Trocar tanto remédio por produtos mais naturais, ‘colhendo’ saúde da terra, investindo em sustentabilidade e educação ambiental, estão entre os objetivos do projeto. Para alcançá-los, os organizadores esperam contar com o apoio da população. “Queremos fazer um levantamento, ver que ervas as pessoas têm plantadas em casa e que podem estar no horto. A terceira idade será muito importante neste processo”, finaliza Jorge Cunha.


23/08/2017 16:03

Artesã alegra com belas fotografias


A artesã e fotógrafa amadora Patrícia Grisardi, de 38 anos, costuma fotografar a natureza de Araranguá e municípios da região. Ela já foi para o Chile e Portugal e trouxe registros destas viagens. O hobby de Patrícia iniciou há cerca de dez anos, quando ela comprou uma máquina fotográfica digital e começou a clicar a natureza e outros temas, mas desde os 15 anos, a artesã é apaixonada pela captura de imagens. Com 15 anos, Patrícia ganhou uma máquina fotográfica da mãe, a máquina não era digital e as fotos tinham que ser limitadas, pois precisava de filme e revelação, o que gerava um custo maior para o registro.

A fotógrafa costuma sair com sua bicicleta e máquina fotográfica e registra tudo que sua alma percebe. Ela conta que sai normalmente nos fins de semana, e que quando está sem a máquina e encontra uma paisagem diferente, corre e busca a companheira inseparável para fazer o registro.  “Fotografar para mim é na esquina da minha casa. Na esquina da minha casa tem beleza e não são menos bonitas dos que as que eu encontrei em outros países”, disse.

Desde a semana passada, até esta terça-feira, Patrícia realizou uma exposição com 30 fotografias na escola de Point Idiomas. A exposição recebeu o nome de Nature e as fotografias foram escolhidas por Zedna Silva, proprietária da escola e Aline Camargo, professora de Inglês. “Nós conhecemos o trabalho da Patrícia como artesã e sempre curtimos as fotos dela, então nós tivemos a ideia de fazer esta exposição, porque no dia 19 foi o Dia Internacional da Fotografia e nós queríamos proporcionar isto para nossos alunos e prestigiar o trabalho da Patrícia”, contou Zedna.

Além da exposição na escola de idiomas, Patrícia posta suas fotos que tem a natureza, prédios antigos, pessoas, entre outras como inspiração, no Facebook, com uma legenda de incentivo, com intenção de fazer as pessoas refletirem. “A alegria do fotógrafo é causar um sentimento nas outras pessoas, eu posto no Facebook, justamente para isto, minha intenção é levar um pouco de alegria para a alma das pessoas”, ponderou.

 


23/08/2017 10:00

1º Seminário Regional da Pessoa com Deficiência ocorre nesta quarta-feira no Center Shopping

Evento debaterá o tema "A importância do Conselho Municipal na Efetivação dos Direitos da Pessoa com Deficiência"


Neste ano, a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, que está acontecendo no Center Shopping Araranguá, vai trazer um importante tema nesta quarta-feira, para debate. Na oportunidade, o auditório Plínio Linhares vai receber, das 09h às 12h e das 13h30 às 16h, o 1º Seminário Regional da Pessoa com Deficiência.

O evento é uma realização do Colegiado da Pessoa com Deficiência da Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense – Amesc, em parceria com a Apae de Araranguá e debaterá o tema “A importância do Conselho Municipal na Efetivação dos Direitos da Pessoa com Deficiência”.

Segundo a assessora de Assistência Social da Amesc, Rosângela Paulino Alexandrino, o objetivo do seminário é mobilizar e conscientizar a sociedade sobre a importância dos conselhos municipais da pessoa com deficiência, tendo como público-alvo membros das Apaes, secretarias de Educação, Saúde e a Sociedade Civil Organizada – SCO.

“Nosso objetivo é fortalecer essa política nos municípios, tendo em vista que a criação dos conselhos municipais é uma determinação do governo Federal e vem sendo cobrada pelo Ministério Público”, informou. “E na nossa região, apenas Morro Grande tem o Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência”, lembrou Rosangela.

Após o seminário, ela ressalta que o Colegiado vai visitar os municípios para apresentar a sociedade civil e demais seguimentos, a importância da criação dos conselhos municipais.

 

Serviço

 

23/08 – Quarta-feira

09h às 12h e das 13h30 às 16h

1º Seminário Regional da Pessoa com Deficiência

Destaque: 09h30 às 11h – Palestra: A importância do Conselho Municipal na Efetivação dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Palestrante: Alexandre Belino.


23/08/2017 08:00

Secretários das ADRs do Sul se reúnem


Com intuito de estreitar laços e trocar experiências, os secretários executivos das Agências de Desenvolvimento Regional de Laguna, Tubarão, Braço do Norte, Criciúma e Araranguá, se reuniram nesta terça-feira na ADR de Criciúma, para discutir melhorias e investimentos do Governo do Estado no sul. “Precisamos pensar no sul como um todo. Todas as ADRs precisam evoluir para que nossa região continue crescendo em desenvolvimento e competitividade e para isso decidimos unir nossas forças”, comentou o secretário anfitrião, João Fabris.
Esta foi a primeira reunião do grupo que decidiu montar um colegiado de secretários do sul e reunir-se uma vez por mês. “Pensar em porto e aeroportos é pensar no sul. Não é porque fica em uma determinada ADR que só aquele secretário vai discutir, é interesse de todos. Estamos alinhando as melhores estratégias para propormos tomadas de decisões junto ao Governo do Estado”, explicou o secretário de Braço do Norte, José Ricardo Medeiros.
Segundo o secretário da ADR de Laguna, Luiz Felipe Remor a consolidação do colegiado no sul, formará uma unidade para buscarmos ações que promovam o desenvolvimento na região. “Devemos pensar em obras que vão auxiliar em todas as áreas que movam a economia de nossa região, seja no fomento do turismo, indústria, agricultura e outras”, destacou.
 “Vamos unificar nossas forças para defender e lutar em conjunto pela viabilização de grandes obras que a região sul precisa e algumas que já estão em andamento. Juntos, também pretendemos estreitar relações com as Secretarias Setoriais, participando de audiências de questões que são afins para as cinco ADRs”, declarou o secretário executivo da ADR Araranguá, Heriberto Afonso Schmidt.
A próxima reunião entre os secretários do sul será em Tubarão. “Não tenho dúvida que este tipo de encontro é fundamental para todos. Nosso encontro em Tubarão ainda não tem data definida. Os investimentos do Governo do Estado no sul são bem significativos, mas precisamos estar juntos para ampliar ainda mais as demandas”, Nilton de Campos, ADR Tubarão.
Investimentos
Mais de R$ 520 milhões estão sendo investidos no sul do estado em obras de infraestrutura como a Via Rápida em Criciúma, a pavimentação do contorno de Tubarão Rodovia – Ivane Fretta Moreira, a pavimentação do braço de acesso ao Farol de Santa Marta em Laguna, a pavimentação da SC – 370 entre os municípios de Urubici a Grão-Pará, passando pela Serra do Corvo na região de Branco Braço do Norte e revitalização da SC 447 entre Meleiro e Araranguá, além de outros investimentos em saúde, educação e os já concluídos como o Fundo de Apoio aos Municípios (FUNDAM) que repassou mais de R$ 106 milhões aos 46 municípios desta região.
Carregar mais

Mapa de Editorias