Geral

19/06/2018 16:00

Ordem de serviço garante asfalto em São João do Sul

Ordem foi assinada ontem


A administração municipal de São João do Sul entregou na manhã desta segunda-feira, dia 18, a ordem de serviço para a pavimentação de um trecho da rodovia SJS 150, entre as Vilas Santa Catarina e São José. Serão 2300 metros de asfalto, ao custo de R$ 1,2milhão e verba do governo estadual através do Fundo Social.
A solenidade de entrega da ordem de serviço aconteceu na Vila São José e reuniu pessoas da comunidade e diversas lideranças políticas.
O primeiro a falar foi o presidente da Câmara Sérgio Luís dos Santos, que estava acompanhado dos outros oito vereadores do município. Ele lembrou as críticas que a ampla coligação eleitoral recebeu na eleição de 2016, e o resultado dela agora. “Mostramos que valeu a pena porque pensamos na população”, disse. O vice-prefeito Edson Pereira Trajano ressaltou que a obra é mais do que asfalto e terra, pois significa melhor qualidade de vida para a população.
Os maiores beneficiados são as cerca de 90 famílias da localidade. Entre estes moradores está seu Júlio Rodrigues dos Santos, que havia completado 80 anos no domingo, 50 dos quais morando na Vila São José. “Quando vim para cá, isso era um areão que só se podia andar de carroça ou carro de boi. Depois fizeram estrada, asfaltaram um pedaço, e agora vai ser tudo asfalto”, comemorou. Mesmo aposentado, seu Júlio é bastante ativo e quase todo dia vai ao centro da cidade, tarefa que ficará bem mais fácil depois da estrada pronta. A empresa que venceu a licitação, a JR Construções, tem 197 dias de trabalho pela frente, e pretende começar esta semana mesmo.
Vários outros discursos ressaltaram a importância dessa pavimentação e elogiaram a equipe da prefeitura por viabilizar a realização de projetos. “Aqui o prefeito não mede esforços, corre atrás e alcança conquistas”, afirmou Manoel Mota. “São todos muito organizados, por isso a prefeitura consegue recursos e obras”, completou Ronaldo Benedet. No mesmo tom foram as palavras do secretário executivo da Agência de Desenvolvimento Regional Heriberto Schmidt, que também anunciou a vinda do governador Eduardo Moreira, em 15 dias ou um pouco mais, ao município.
Por fim, emocionado o prefeito Moacir Teixeira disse que durante a campanha política tinha se comprometido a trabalhar muito pela população, e que ver este trabalho dando resultado é uma alegria. “Quando conquistamos algo temos que comemorar, e a comunidade está de parabéns conosco”, afirmou.
Na semana passada, a prefeitura inaugurou uma ponte na localidade Beira Rio e logo deve entregar outras obras, como a creche da Vila Santa Catarina.
Os ex-prefeitos João Rubens e Alex Bianchin acompanharam o ato de ontem na Vila São José.


19/06/2018 12:02

Seicho No Ie realiza evento especial

Reunião ocorrerá no núcleo de Araranguá



19/06/2018 10:00

Cida Colombo deixa legado de esperança, otimismo e amor pela vida

Ex-vereadora de Balneário Gaivota faleceu ontem


Em 8 de março deste ano, Dia Internacional da Mulher, a Rádio 93.3 FM prestou uma homenagem a todo o sexo feminino através de uma convidada em especial. Maria Aparecida Colombo foi à escolhida por seu envolvimento com política, chegando a ser eleita vereadora em Balneário Gaivota, pelo trabalho comunitário, estava sempre participando das atividades da comunidade, mas, principalmente, pela maneira corajosa e alegre com que enfrentava o grave problema de saúde que tinha.
Cida, como era conhecida, teve câncer de mama em 2009 e sofreu mastectomia radical, ou seja, retirou os dois seios. Não se abateu. Seguiu dando a risada alta e forte que era sua característica e falando de força e fé.
Quatro anos depois, os tumores voltaram e nos últimos três anos e meio ela fez quimioterapia sem pausa. Dessa vez, seria o suficiente para abater qualquer um. Não Cida Colombo, sobrenome adquirido do marido Flávio, com quem foi casada por mais de três décadas e com quem teve quatro filhos.
Cida foi informada pelos médicos que não havia cura para o seu mal, então tratou de aproveitar a vida da melhor forma possível. “Me falaram isso em 2014, e ainda estou aqui. Não tenho medo, saio da químio com um sorriso, pois tenho como lutar e quero lutar”, disse na entrevista de março.
Naquele dia, a filha mais velha de Cida e Flávio, Vanessa, encaminhou uma mensagem à emissora falando sobre a mãe: “Não existem muitas pessoas como você, mãe, uma grande guerreira, sempre otimista”. Vanessa lembrou de um dia em que acompanhou a mãe a uma sessão de quimioterapia e ao chegar elas encontraram a sala de espera tensa e triste. “Ela começou a contar coisas engraçadas, logo todos estavam rindo, e o clima mudou”.
Um dos filhos, Fábio, também falou sobre a mãe: “Estar há oito anos enfrentando uma doença como ela está, sem nunca se queixar de nada, não é para qualquer uma”, ressaltou.
Flávio Colombo, o marido, também falou das muitas qualidades da esposa e da alegria da vida em comum.
Nesta segunda-feira, finalmente Cida deixou de sorrir. Internada no hospital São José de Criciúma, morreu aos 60 anos.

Filosofia de Vida
“Ao ter câncer, a primeira coisa necessária é a aceitação. Não se desespere, enfrente, não tenha medo. Se a doença está em mim, então eu tenho como enfrentá-la. Ao sair da quimioterapia, sorria. As pessoas não precisam saber que você não está bem. E o principal, tenha fé, ponha nas mãos de Deus, acredite, confie e ore”. (Maria Aparecida Colombo – 1/7/1957 – 18/6/2018)


19/06/2018 09:00

Loja Reversa inicia hoje

Ação do Senac, em parceria com o Center Shopping Araranguá, vai arrecadar roupas, calçados e acessórios de uma forma criativa entre os dias 19 e 24


Para fazer o inverno de alguém mais feliz, o Senac inicia a partir desta terça-feira, dia 19 de junho, às 19h30, a Loja Reversa. Instalada no Center Shopping Araranguá, a loja ficará localizada próxima ao hall de entrada do empreendimento e conta com toda estrutura de uma loja de verdade, para arrecadar roupas, calçados e acessórios.

Como o nome diz, a loja Reversa estimula as pessoas a trazerem suas peças ao shopping. Segundo o coordenador do Senac Araranguá, Aislan Hainzenreder, é uma forma criativa de arrecadar agasalhos para quem precisa. “A loja terá manequins, araras e bancadas para que as pessoas possam deixar suas peças”, detalhou.

A ação contará com a participação dos alunos do curso de Consultoria em Moda do Senac. A Loja Reversa já arrecadou mais de 1 mil peças na última passagem por Criciúma e agora chega pela primeira vez à Cidade das Avenidas. “Contamos com a participação de todos, para que a Loja Reversa também seja um sucesso em Araranguá, ajudando a tornar melhor o inverno de muitas pessoas”, disse a assessora de Marketing, Pabla Vieira.

Ainda de acordo com Hainzenreder, as peças que forem arrecadadas serão doadas à Casa da Fraternidade.

Moda Consciente

O projeto, além de arrecadar peças de uma forma criativa, também vai promover um bate papo sobe moda consciente no dia 20, a partir das 19h30. Segundo a professora do Senac Araranguá, Pauli Duarte, o bate papo vai ocorrer em frente à Loja Reversa, de forma descontraída. “Iremos falar sobre Moda Consciente e como reaproveitar melhor as peças que você já possui no armário”, detalhou.

O bate papo contará com a proprietária da marca de moda sustentável Meraki, Ariane dos Reis; Bianca Borelli, da B&B Store; Eduardo Rizzotto, da Kalline – Couro & Tradição e Giovana Oliveira, das Lojas Ramage.

Carregar mais

Mapa de Editorias