Geral

17/08/2018 10:00

Jacinto Machado sedia reunião regional do Projeto Verde é Vida

Oito trabalhos foram apresentados


O município de Jacinto Machado foi palco da 1ª Etapa Regional da Mostra Científica Verde é Vida, realizada nesta quinta-feira, dia 16. Ao todo, oito trabalhos foram apresentados e destes, cinco classificados para a próxima etapa, que acontece em setembro, em Meleiro.
O trabalho final, estará na 19ª Expoagro Afubra, de 26 a 28 de março de 2019, em Santa Cruz do Sul. O Projeto Verde é Vida é mantido há 27 anos pela Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra) e na Amesc está há 25 anos.
O prefeito João Batista Mezzari, o Gaiola, esteve no encontro e destacou a importância do evento para reflexões voltadas à preservação e conservação ambiental, assim como para o desenvolvimento de pesquisas científicas, o que impulsiona o conhecimento. “Parabenizo a Afubra, aos professores envolvidos e aos alunos pelos excelentes trabalhos apresentados”.
Para o coordenador regional do Verde é Vida, Lédio Mota Bento, a Mostra Científica é uma oportunidade para que os alunos dividam conhecimento sobre diferentes temas. “Estamos felizes com os resultados apresentados. Todos são merecedores de representar a região na Expoagro”, considerou.
As janelas foram avaliadas por seis alunos do IFC campus Santa Rosa do Sul. O grupo escolheu os trabalhos que seguem para próxima etapa. De Meleiro foram classificados dois: “Uso de agrotóxicos na cultura da macieira”, dos alunos Fábio Orione da Silva Netto e Maiara dos Santos Scarsi da Eebm Inês Tonelli Napole e “A presença da família na escola”, das alunas Giovana Borges Machado e Gabrieli Ismael Albano, da Eebm Pref Luiz Pelegrini. E três classificados são de Jacinto Machado: “Fertilizantes e pesticidas naturais”, dos alunos Ryan da Silva e Felipe Pignatel, da Emeb Albino Zanatta; “Compostagem”, Maria Lídia dos Santos Teixeira e Evilyn Silva Paulino da Emeb Albino Zanatta e “Banana”, das alunas Renata Maia e Heloah Serafim, da Emeb Arizona.
Participaram ainda da Mostra Científica, mas não foram classificados: “Energia Solar”, das alunas Maria Eduarda Inácio Goulart e Grazieli de Souza Cantelli, da Emeb Albino Zanatta; “Caça Ilegal”, dos alunos Gregori Candeo Apolinário e Rodrigo Espanhol Padilha, da Emeb Arizona e “Meleiro colorindo a vida”, dos alunos Luiz Augusto Cardoso Moretti e Ruan Raphael Daniel, da Eebm Maria Inês Tonelli Napole.


16/08/2018 14:59

Rua Criciúma recebe melhoria

Obra segue pelos próximos dias


A Administração Municipal de Balneário Arroio do Silva, através da Secretaria de Obras, vem realizando desde a última semana a recuperação da drenagem da rua Criciúma. “Estava com problema de infiltração e a lajota estava cedendo. Há alguns anos foi feito o reparo em alguns pontos, mas agora o trabalho está sendo feito em toda extensão da rua”, explicou o secretário de obras, Jaime Silveira da Silva.
O prefeito Juscelino da Silva Guimarães, o Mineiro, vem acompanhando os trabalhos. Homens e máquinas estão empenhados e realizando o trabalho em ritmo intenso. Em torno de 400 metros de rua vem recebendo a atenção na drenagem e, consequentemente, no reparo devido nas lajotas.
A obra segue pelos próximos dias.


16/08/2018 14:55

Comitiva vistoria obras do município

Prefeito comemora bom andamento das obras


Na terça-feira, dia 14, o prefeito de Sombrio, Zênio Cardoso, ao lado do secretário de Obras, Paulo Humberto Borges e do vereador líder do Governo Municipal na Câmara, Nego Gomes, circularam pelas ruas da cidade e constataram que as obras no município estão andando a pleno vapor.
“Estava conversando com o Nego, chamei o Paulinho e fomos vistoriar algumas obras. Foi a tarde inteira. Passamos por dois postos de saúde (São Luiz e parque das Avenidas), pelo Centro Multiuso, que iniciou obra da segunda etapa, pelo Ceac, no bairro Januária, ao lado também vistoriamos a creche Pequeno Polegar e fomos no Cras, na São Luiz, que inaugura no próximo dia 21”, disse Zênio, que teve que voltar ao gabinete no fim da tarde para resolver questões do dia a dia do paço.
“Ainda deixamos para ir noutro momento no posto da Nova Brasília, na Boa Esperança, onde estamos fazendo o ginásio, no Retiro, onde tem campo de futebol ao lado da Escola Nova em construção, na São Pedro para verificar a rua que está sendo pavimentada. Olha, tem muita coisa em andamento e muita coisa boa para acontecer. As obras não pararam nem vão parar. Como eu já disse, no ritmo do hino municipal, Avante Sombrio”, concluiu Zênio.
As visitas foram registradas no Instagram da Prefeitura de Sombrio, com alguns detalhes e novidades nos vídeos, como na área dos skatistas do Centro Multiuso Deldi Garcia.


16/08/2018 14:51

Famílias carentes recebem alimentos do PAA

Alimentos são adquiridos de agricultores familiares


Ontem foi dia de feira para cerca de 130 famílias beneficiadas por um programa desenvolvido pela Cooperativa de Agricultura Familiar de Sombrio, a CooperSombrio, em parceria com o Centro de Referência em Assistência Social (Cras). Donas de casa, idosos, jovens mulheres e homens puderam fazer um ‘rancho’ de frutas, verduras e legumes e sair sem pagar. Em uma longa banca exposta na sede do Centro de Integração da Terceira Idade, as pessoas passavam e enchiam uma grande sacola com o que queriam levar para casa. Ótimo para elas, excelente para os agricultores, responsáveis pelo fornecimento de mercadorias como laranja, banana, repolho, feijão, ovos e muitas outras vindas diretamente das propriedades rurais.
Toda essa mobilização é resultado do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), do Governo Federal, que possui duas finalidades principais: doação simultânea e compra direta. O projeto da CooperSombrio foi elaborado em conjunto com a Uneagro, Epagri e Cras.
O presidente da cooperativa, José Ivonei Lara, o Nei, conta que o projeto começou a ser encaminhado ao Governo Federal em 2016, e somente agora foi liberado. A cooperativa receberá R$ 200 mil para serem gastos na aquisição de produtos de hortifrutigranjeiros, entregando cestas básicas as famílias de baixa renda a cada 15 dias. Pelo contrato, cada agricultor pode receber até R$ 8 mil, em 18 meses. Segundo Nei, a CooperSombrio possui mais de 70 associados e 25 deles estão inseridos neste programa. “Deu bastante trabalho, são muitos documentos enviados a Conab, mas deu certo e beneficia o município e o agricultor”, comemorou. A intenção da cooperativa é manter o programa, se candidatando a um novo. “Neste, os R$ 200 mil já estão na conta da cooperativa”, informou o presidente. Muitos produtores que estão fazendo parte do PAA, também entregam produtos para a merenda escolar. “Assim a gente consegue um pouquinho daqui, um pouquinho dali, e vai ficando mais contente”, afirmou Nei.

Saúde beneficiada
A coordenadora do Cras, Márcia Teixeira, elogia o incentivo ao consumo de uma alimentação mais saudável. “É uma forma de complementar a alimentação dessas pessoas”, disse. Márcia explica que nesta primeira entrega, feita na tarde desta quarta-feira, foram beneficiadas cerca de 150 famílias previamente cadastradas no setor de assistência social do município. Na próxima remessa, os beneficiados serão outros, atingindo aproximadamente 300 famílias.
A vice-prefeita e secretária de Saúde e Desenvolvimento Social Gislaine Dias da Cunha, elogiou os agricultores que cultivam a terra, “são guerreiros que se mantêm plantando e colhendo apesar das dificuldades” e relacionou a distribuição de alimentos a promoção da saúde pública. “Alimentação saudável significa menos gente nos postos precisando de atendimento médico”, enfatizou. A nutricionista Daniela Regina Isoppo, convidada a falar as pessoas beneficiadas, foi por esta mesma linha, ressaltando as vantagens de colocar na mesa com frequência frutas, verduras e legumes.

Todos ganham
O prefeito Zênio Cardoso, agradeceu o empenho da CooperSombrio até conseguir tirar o programa do papel. “Serão quase seis mil cestas distribuídas no total, de produtos com muita qualidade”, elogiou. Zênio sugeriu que nos próximos encontros a nutricionista distribua receitas para que as pessoas aproveitem melhor cada alimento. “Quando eu era pequeno, a minha mãe fazia comida até da folha de beterraba, fazia farofa e salada”, contou.
Se depender de Loreni Pacheco Rodrigues, moradora do bairro São Pedro, realmente tudo será muito bem aproveitado. Ela e o marido estão sem trabalhar e passam dificuldade para se manter com os dois filhos. Ontem Loreni precisou de ajuda para encher a sacola que levaria para casa, porque não conseguia caminhar. Durante a manhã ela tinha estado em observação no hospital Dom Joaquim devido a uma forte dor na coluna, e ficou sentada enquanto uma senhora a ajudava a pegar os produtos. Além dos seus próprios problemas de saúde, a mulher também tem o filho caçula, de dois anos, com necessidades especiais. “Ele tem que fazer cirurgia nas vistas, não ouve e corre o risco de não andar e não falar. Mas Deus é maior e acredito que ele vai conseguir. Por isso esta ajuda é tão importante pra nós, é uma bênção”, disse.
A última vez que a cooperativa tinha conseguido fazer parte do programa PAA, havia sido em 2012. Antes disso, ele já tinha sido implementado e exerceu um papel fundamental no incentivo a diversificação da propriedade, lembrou o técnico agrícola da Epagri de Sombrio, Sandoval Ferreira. “Até 2005 por aí, o principal cultivo era o fumo, e com este incentivo para comercialização de hortaliças e frutas, essa realidade foi mudando”, afirmou.
Também participaram da abertura do programa, os vereadores Carlinhos Gomes, Daniel Bitencourt, Juvenil Colares, Janga Duarte e o secretário municipal de Obras Paulo Humberto.

Carregar mais

Mapa de Editorias