Trânsito

18/01/2018 16:00

Ônibus acumulam linhas e passageiros reclamam de atrasos


Usuários da empresa de transporte público Viação Cidade reclamam que estão desde o final do ano passado enfrentando dificuldades com atraso dos coletivos. Segundo uma moradora de Arroio do Silva, que não quis se identificar e que pega o transporte no lado Sul do balneário, todos os dias de manhã para ir ao trabalho em Araranguá, os carros quebram constantemente, o que causa atraso na chegada dos ônibus nos pontos.

Conforme a mulher, o problema se agrava, porque desde o final do ano passado os ônibus estão acumulando linhas. A denunciante trabalha no bairro Cidade Alta, em Araranguá e explicou que o carro que ela pega para ir ao trabalho, acumulou mais um bairro e passa também pelo bairro Urussanguinha, fazendo com que ela chegue atrasada ao serviço.

Outra denunciante, moradora de Arroio do Silva e que trabalha no Centro de Araranguá, também reclamou que está chegando atrasada no trabalho, devido ao acúmulo de linhas para o mesmo carro. A mulher ainda salientou que os ônibus são muito velhos e não tem acessibilidade. “Eles diminuíram e disseram que este é o horário que vão fazer na temporada, porque agora não tem estudantes”, lamentou.

A Viação Cidade, em coletiva de imprensa ano passado, informou que a empresa realiza o transporte coletivo urbano em Araranguá de forma precária, devido a desacordo com o município de Araranguá e que não tem condições de investir em novos veículos, enquanto a situação não se resolver. Também no último ano, a procuradoria da Prefeitura de Araranguá, informou para a imprensa que a previsão para que o município conclua o processo licitatório de contratação de nova empresa de transporte coletivo para Araranguá é para setembro deste ano.


18/01/2018 14:00

Mota recebe garantia de retomada das obras na Serra do Faxinal


O deputado estadual Manoel Mota participou de uma reunião, na manhã desta terça-feira, em Florianópolis, com o secretário adjunto da Secretaria de Estado da Infraestrutura, Paulo França, e engenheiros do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), e confirmou a retomada da obra de pavimentação da Serra do Faxinal. A segunda colocada do processo licitatório, Conterra/Sultepa vai assumir a pavimentação do trecho da SC-290.

Desde que houve a paralisação das obras, Mota cobra a sua retomada e acompanhou de perto todos os trâmites. “Lutamos para reverter o processo e estamos otimistas com o recomeço da obra, que só descanso quando estiver pronta”, afirmou. A conquista foi muito comemorada pelo deputado, que não mediu esforços para ter a garantia do vice-governador Eduardo Moreira da sua retomada.


10/01/2018 20:02

Dnit retoma melhorias na BR-101


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Superintendência de Santa Catarina) retomou nesta terça-feira, a melhoria na sinalização horizontal da BR-101 Sul, no trecho entre os municípios de Paulo Lopes e Passo de Torres. Os trabalhos avançam desde meados de dezembro, com cerca de 35 quilômetros já executados. A continuidade dos trabalhos vai modificar a circulação dos veículos, o que requer atenção redobrada dos usuários da rodovia federal.

Nesta fase do serviço, as frentes de pintura serão descontinuadas, isto é, serão executadas em segmentos diferentes segundo a necessidade e as condições climáticas. É possível que as equipes estejam alocadas em Laguna e haja tempo instável, com Sol e pavimento seco nas pistas, em Sombrio, por exemplo. Assim, os trabalhadores e equipamentos serão redirecionados, aproveitando a possibilidade de trabalhar em outros trechos.

A revitalização das faixas de eixo central e bordos de pistas faz parte do cronograma de melhorias executado pelo Dnit nas pistas duplicadas e obras de arte especiais da BR-101. Com a circulação de equipamentos e trabalhadores, os motoristas em circulação de longo curso devem atentar para o estreitamento de pistas, sempre reduzindo a velocidade dentro dos espaços em serviço. Os usuários devem considerar as atividades sobre pistas com início às 07h30min às 18 horas e, com a necessidade, trabalhos aos finais de semana.

Todas as frentes em execução serão delimitadas pela sinalização provisória, com demarcação por cones refletivos e aproximação apontada por sinalizador (bandeirinha). É proibida a circulação com veículos dentro da área em aplicação, pois a pintura demanda tempo para secagem até a liberação do piso. Com chuva, os trabalhos são interrompidos.


03/01/2018 08:00

Dnit retoma trabalhos na BR-101 hoje


O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) vai retomar os trabalhos de conservação e melhorias na BR-101 Sul a partir desta quarta-feira, depois das festas de Final de Ano. Desde o dia 23 de dezembro, a autarquia mantém equipes de plantão emergencial com trabalhos de roçada na vegetação rasteira em menor volume de atividade. Os demais serviços serão retomados gradativamente, sem afetar a trafegabilidade na rodovia federal para os próximos dias.

O cronograma de serviços prestados pelo Dnit na BR-101 inclui as roçadas na vegetação rasteira e arbustiva em canteiro central e bordos de pistas, conservação e manutenção no pavimento asfáltico na plataforma duplicada e vias laterais, construção, instalação e manutenção de placas, painéis, pórticos e etc; pintura de faixas para sinalização horizontal, limpeza em sistema de drenagem coleta de lixo, limpeza de calçadas, recomposição asfáltica superficial (tapa-buracos), manutenção em passarelas, viadutos, e pontes, conservação dos acostamentos, reconstruções em estruturas danificadas, entre outros trabalhos.

 

Atenção nas pistas

Com a retomada dos trabalhos, quando necessárias, intervenções sobre as pistas duplicadas da BR-101 Sul vão modificar o fluxo dos veículos em movimentação de longo curso. As atividades realizadas sobre a plataforma são sempre delimitadas pela sinalização provisória de obras, separando os trabalhadores da circulação dos veículos. A indicação de que trabalhos estão sendo executados começa com o sinalizador (bandeirinha), anterior à frente de serviços, e, uma vez dentro do estreitamento de faixas, o motorista deve reduzir a velocidade.

O Dnit pede aos motoristas que respeitem o limite de velocidade dentro das frentes de obras, geralmente limitado entre 40 km/h a 60 km/h para todos os tipos de veículos. Quando há chuva, todos os tipos de trabalhos em execução são suspensos, para garantir a segurança dos usuários e trabalhadores e a sinalização provisória é retirada.

 

Carregar mais

Mapa de Editorias