Geral     21 de junho de 2018 13:00
Arroio do Silva

Exército inspeciona Junta do Arroio

Situação da Junta foi verificada durante a visita, além de serem feitas orientações técnicas


A Junta de Serviço Militar do município de Balneário Arroio do Silva recebeu nesta quarta-feira, dia 20, dois oficiais do Exército, vindos de Florianópolis, para uma visita de orientação técnica. O secretário da Junta Municipal, Marino dos Santos Lameira Junior, recepcionou o delegado do Serviço Militar que é responsável pela Junta do Arroio do Silva, Tenente Zenir, que estava acompanhado do sargento Siqueira.
Na oportunidade os oficiais verificaram a situação da Junta, desde as instalações físicas até a documentação que é feita no local, e repassaram orientações essenciais.
“A gente vem salientar também, nesta visita, a importância do cidadão buscar o alistamento e de estar em dia com a sua situação militar. Hoje o sistema militar está interligado com diversos sistemas do Governo Federal, então quem não está em dia com o serviço militar pode ter alguns transtornos como, por exemplo, a não emissão de título de eleitor e de passaporte”, explicou tenente Zenir.
A visita técnica é uma ação padrão e é realizada anualmente em todas as Juntas de Serviço. “Diante de todas as Juntas, a do Arroio está funcionando muito bem. O trabalho que o Marino vem fazendo se destaca, é um trabalho coerente e eficaz na questão de documentação e alistamentos”, acrescentou o tenente.
O responsável pela Junta Militar do município enalteceu o apoio do prefeito Juscelino da Silva Guimarães, o Mineiro, e da Administração Municipal para a realização do trabalho e reforçou o chamamento aos jovens. “Os jovens nascidos no ano de 2000, ou quem ainda não regularizou a situação militar, devem procurar a Junta de Serviço Militar até o dia 29 de junho para se alistar”, informou Marino.
A Junta de Serviço Militar fica localizada anexo a Secretaria Municipal de Saúde, o atendimento é das 7 às 13 horas.

A importância de estar em dia com o serviço militar
A Lei nº 4.375, de 17 de agosto de 1964, que regulamenta o Serviço Militar Brasileiro, restringe uma série de direitos sem a apresentação do comprovante de que o cidadão está quite com o serviço militar. Nenhum brasileiro, entre 1º de janeiro do ano em que completar 19 (dezenove), e 31 de dezembro do ano em que completar 45 (quarenta e cinco) anos de idade, poderá, sem fazer prova de que está em dia com as suas obrigações militares:
a) obter passaporte ou prorrogação de sua validade;
b) ingressar como funcionário, empregado ou associado em instituição, empresa ou associação oficial ou oficializada/subvencionada, ou cuja existência/funcionamento dependa de autorização/reconhecimento do Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municipal;
c) assinar contrato com o Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municipal;
d) prestar exame ou matricular-se em qualquer estabelecimento de ensino;
e) obter carteira profissional, matrícula ou inscrição para o exercício de qualquer função e licença de indústria e profissão;
f) inscrever-se em concurso para provimento de cargo público;
g) exercer, a qualquer título, sem distinção de categoria, ou forma de pagamento, qualquer função ou cargo público:
I – pagos pelos cofres públicos federais, estaduais ou municipais;
II – de entidades paraestatais e das subvencionadas ou mantidas pelo poder público;
h) receber qualquer prêmio ou favor do Governo Federal, Estadual, dos Territórios ou Municipal (prêmio de loteria, por exemplo).

Relacionados

Geral

Venda mais neste Natal pelas redes sociais

Workshop será realizado no dia 6 de novembro

Geral

Advogado comenta sobre Fake News

Crime está enquadrado em calúnia, difamação ou injúria

Mapa de Editorias