Polícia     15 de maio de 2018 14:58
Autor: Gislaine Fontoura
Araranguá

Mulher foge da polícia e perseguição assusta populares

Em pleno Maio Amarelo, mês da campanha de conscientização no trânsito, imprudência da motorista colocou em risco a vida de populares


Na manhã desta terça-feira, dia 15, por volta de 11h15min, alguns populares entraram em contato com a redação do Jornal Correio do Sul, informando de uma perseguição policial, com disparos de arma de fogo, no Centro de Araranguá. “Estava com o meu filho de nove meses, ele começou a chorar quando ouviu o barulho, foi uma explosão muito forte, nós entramos para dentro de uma loja e ficamos lá, assustados”, contou uma mulher, que testemunhou o momento em que um disparo atingiu o pneu do veículo em fuga, que estourou, gerando um estrondo.
A perseguição ocorreu, após uma mulher, de 45 anos, fugir da Polícia Militar. De acordo com informações repassadas pela PM, a guarnição da ronda escolar foi realizar a abordagem de uma motorista, que estava em um GM Astra, de cor cinza, estacionado de forma irregular, no bairro Divinéia. A mulher se deslocou em direção ao veículo para pegar a documentação solicitada pelos militares, ligou o automóvel e iniciou uma fuga em alta velocidade, por várias ruas da cidade.
Várias viaturas da PM foram acionadas e montaram um cerco, para interceptar o Astra. Ainda, segundo a PM, no Centro, na rótula da Gênios Veículos (ponto de referência), a mulher jogou o carro contra a guarnição da Rocam e seguiu em fuga. Ainda no Centro, próximo à rodoviária, os policiais efetuaram dois disparos, com intuito de cessar a ação da motorista, um deles atingiu o pneu e ela parou o veículo no pátio do Hospital Bom Pastor, localizado a alguns metros da rodoviária. “Ela não queria parar, os policiais atiraram no pneu para ela parar”, contou uma testemunha, outra pessoa falou que o pátio do hospital estava cheio, inclusive havia muitas crianças, que se assustaram e procuraram abrigo dentro do Bom Pastor.
Os militares contaram que a mulher estava bastante alterada e que havia algumas latas de cerveja dentro do veículo, eles ofertaram o teste do bafômetro, ela fez, no entanto, deu negativo. A mulher falou para a PM, que ia até o Centro de Atenção Psicossocial (Caps) se tratar, ela acabou presa e encaminhada à Central de Plantão Policial (CPP) de Araranguá, onde revelou que faz uso de medicamento controlado.
Em consulta ao sistema, foi constatado que a documentação do Astra estava atrasada e ele foi encaminhado ao pátio da permissionária de guincho. Além da documentação do veículo atrasada, a motorista não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Ela foi autuada pelo delegado Henrique Muxfeldt, coordenador da CPP, pelos crimes de Dano ao Patrimônio Público (pois durante a fuga bateu em uma viatura da Rocam), desacato, resistência, direção perigosa e por dirigir sem habilitação, gerando perigo de dano e está presa na CPP, aguardando audiência de custódia que deve ocorrer nesta quarta-feira, dia 16.

Relacionados

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Dois são presos em estacionamento de Shopping

Ação ocorreu há poucos minutos

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Mapa de Editorias