Notícias

Polícia


Imagem Notícia

Polícia Civil de Araranguá encontra dinamite e droga

02/06/2011

As investidas da Central de Polícia Civil de Araranguá contra o tráfico continuam fortes. No final da tarde de ontem, por volta das 17h30min, agentes do setor de inteligência, coordenados pelo delegado Jorge Giraldi, estouraram mais um ponto de drogas na cidade. A operação realizada no bairro Lagoão, resultou na prisão do traficante André Américo, 20 anos, e na apreensão de 1,719 kg de crack e 39 g de maconha. Mas o que mais chamou a atenção dos policiais foi à apreensão de três bananas de dinamite, que já estavam com estopim e prontas para uso.

 

 

Giraldi não descarta que o material explosivo, encontrado no forro da casa, geralmente utilizado para explodir pedreiras, seria usado em um possível atentado contra o patrimônio público, já que André tinha deixado o presídio a menos de 20 dias e possuía ligações com os criminosos Oséias e Eduardo, que se diziam integrantes do PGC- Primeiro Grupo Catarinense. “Não está descartada esta hipótese. A dinamite estava pronta para o uso e os envolvidos tinham certa ligação,” enfatiza.

 

 

Os traficantes Eduardo Barros e Oséias Domingues foram presos na semana passada, na capital gaúcha, e cumprem pena no presídio de Porto Alegre. No início do ano, ambos foram detidos pela Polícia Civil com uma espécie de regimento do PGC, na zona de meretrício de Araranguá. Durante a operação, que contou com a participação de seis agentes, a polícia recolheu ainda uma motocicleta com placas adulteradas, que segundo o delegado estaria sendo usada para fazer a entrega da droga. Nos fundos da casa, duas peças praticamente vazias eram utilizadas como espécie de laboratório, para “batizar” o crack.



Foram encontradas substâncias como bicarbonato de sódio, maizena, e algo semelhante ao ácido bórico. Segundo o traficante, tudo era utilizado com a finalidade de aumentar a quantidade de droga a ser vendida. Ele confessou que conseguia arrecadar em um mês, aproximadamente R$5mil.


Cadeia pra mim é hotel

Esta foi à afirmação de André ao falar sobre a volta ao presídio, de onde tinha saído havia menos de um mês. “Fui preso nesta mesma casa e pelo mesmo crime. Acho que depois que sair da cadeia vou mudar de casa,” ironizou. André conta que apesar da pouca idade, está no crime há  bastante tempo. “Quando tinha 12 anos de idade isso já era comum pra mim,” relatou.

 

 

Apesar dele ter assumido ser o dono de todo material apreendido, o que vai lhe render aproximadamente dez anos de prisão, o delegado acredita que ele está escondendo o seu “patrão traficante”. As investigações da polícia irão continuar e o objetivo agora é prender o outro envolvido, que está por traz do esquema. “Só pelo fato de estar com esta dinamite, ele pode pegar de três a seis anos de cadeia”, afirma Giraldi. Esta é a primeira vez que a Polícia Civil da região apreende dinamite desta forma. “Em 30 anos de polícia, nunca ouvi coisa parecida. Realmente crack e dinamite é uma mistura explosiva”.

Fonte: Correio do Sul




Borda Topo

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia

Imagem Noticia


Borda Baixo




Ver todas notícias do assunto Polícia

Ver Todas

<< Voltar


Desenvolvido por: www.softbest.com.br

Grupo Correio do Sul

Grupo Correio do Sul

Sombrio

Rua João José de Guimarães, 130, Sombrio/SC

Telefone: (48)3533-0870 - CEP: 88960-000

www.grupocorreiodosul.com.br

Grupo Correio do Sul

Araranguá

Av. Getúlio Vargas, 227 - sala 20 / Edifício Fronteira no calçadão, centro, Araranguá/SC

Telefone: (48)3522-0130 - CEP: 88900-000