Geral     11 de julho de 2018 13:55
Autor: Marivânia Farias
Ermo

Sábado tem Educação Solidária

Ação faz parte do programa Cooperjovem


No sábado, dia 14, acontece o projeto Educação Solidária, na Escola Municipal de Ensino Fundamental João Moro, em Ermo. A ação faz parte do programa Cooperjovem e oferece atividades que envolvem as famílias, alunos e funcionários do colégio, em uma visão de cooperativismo. “É um trabalho que abrange desde as merendeiras, o zelador, os pais, professores e direção, incentivando a cooperação”, disse a orientadora pedagógica Aline Marques.
Esta terceira edição do projeto será prestigiada também pela inauguração de um novo prédio integrado ao já existente da João Moro. A solenidade está marcada para às 10 horas, quando será feita a entrega oficial de mais 800 metros quadrados de área construída, divididos em seis salas de aula e setor administrativo com cinco ambientes.
Segundo o secretário de Educação, Cultura e Esporte de Ermo, Maicon Simão Emerin, a construção teve início em 2015, e está sendo utilizada desde o começo do atual ano letivo. “Estávamos precisando de espaço e esta obra veio em boa hora”, disse. No mesmo dia, será inaugurada a reforma da quadra de futsal e entregue uniformes aos estudantes.
A escola possui 222 alunos do pré-escolar ao quinto ano, e participa ativamente de projetos realizados em parceria com outras instituições, como o Campo Limpo, da Arasul, e o Recicla CDL, organizado pela Câmara de Dirigentes Lojistas. “Todos eles ajudam a resgatar a integração entre escola e comunidade”, ponderou a psicóloga da rede municipal de ensino Cinara Réus.

Manhã cheia
O projeto Educação Solidária inicia às 8 horas e conta com ampla programação, incluindo apresentações feitas pelas turmas, espaço dedicado aos trabalhos do AEE (Atendimento Educacional Especializado), participação da Secretaria de Saúde, feira do livro, apresentação do boi de mamão mirim, e muitas outras atrações.
Em meio a elas, a inauguração do novo prédio, localizado junto ao antigo. “A inauguração vai fortalecer ainda mais o projeto que já conquistou a comunidade escolar”, avalia a psicóloga Cinara.
Para aumentar o sentimento de solidariedade e cooperação, foi pedido aos visitantes que vão à escola neste sábado, que levem um quilo de alimento não perecível que depois será doado a uma instituição social.

Relacionados

Geral

Contato Internet contrata vendedor externo em...

É preciso ter experiência na área de vendas e boa comunicação.

Geral

Amanhã é aniversário de Praia Grande

Município completará 60 anos de emancipação

Geral

Feira da Agricultura busca clientes e parceiros

Feira persiste ao longo dos anos

Mapa de Editorias