Agricultura     12 de março de 2018 12:00
Autor: Gislaine Fontoura
Araranguá

Sindicato Rural sedia curso em Agropecuária


Aconteceu na manhã de sexta-feira, a aula inaugural do curso de Ensino Médio em Técnico em Agropecuária, oferecido pelo Faesc/Senar, em parceria com o Sindicato Rural de Araranguá e a Prefeitura de Araranguá. De acordo com Rogério Pessi, presidente do Sindicato Rural de Araranguá, que está sediando o curso, as aulas ocorrem de forma semipresencial e os alunos têm encontros físicos, no sindicato, de 15 em 15 dias. “Somos pioneiros na região da Amesc, é um curso aberto, preferencialmente o público agrícola, com abrangência nacional, temos aqui alunos de Porto Alegre, Garopaba e da região”, explicou.

O curso tem duração de dois anos, é totalmente gratuito, reconhecido pelo MEC e pelo Crea e disponibiliza 40 vagas por turma. Segundo Rogério, 86 pessoas se inscreveram, sendo que cerca de metade é da região. As aprovações foram realizadas por meio de análise de currículo escolar e classificação na participação na agricultura. “Fico realizado em saber que Araranguá está realizando este curso, trazendo este ganho de crescimento profissional e cultural para a região”, ponderou. No segundo semestre deste ano deve ser aberto novo curso. “Quem tiver interesse, fique atento pela internet, na página do Senar, visite o sindicato, para informações, pois provavelmente em agosto estaremos abrindo nova turma”, declarou.

Participaram da solenidade de inauguração do curso em Araranguá, além de Rogério Pessi; Alessandro de Souza, vice-presidente do Sindicato Rural de Araranguá; Gilmar Antônio Zanuck, superintendente do Senar/SC; Sueli Silveira Rosa, supervisora do Senar/SC; Maria Juliana Vitto, pedagoga e secretária do pólo educacional, em Araranguá; Maria Terezinha Bortolato, secretária do Sindicato Rural de Araranguá; Arlindo Manenti – presidente da Coopersulca; José Milton Scheffer, deputado estadual; Luiz Celso Frigo, secretário Obras de Araranguá, representando o prefeito Mariano Mazzuco; e Douglas Michel, diretor da Secretaria de Agricultura de Araranguá, alunos e imprensa local.

José Milton pediu para os alunos não desistirem do curso. “Nós precisamos de gente com coragem, trabalho e vontade de fazer e eu quero parabenizar o sindicato que, em meio a tantas bandeiras, conseguiu trazer este curso aqui para a região. Também quero cumprimentar os alunos que saíram da zona de conforto e estão dando este grande passo em rumo de seu aprimoramento. A sociedade mudou, antigamente as pessoas mais importantes eram as que tinham mais dinheiro, hoje as pessoas mais importantes, são as que têm mais educação, conhecimento. O agricultor que está se dando bem é o que entende, estuda, se prepara para as tendências do mercado, não é mais expansão de terra, é conhecimento e gestão de negócios. Este curso é um passo a frente, vai abrir portas, fico contente também porque vejo um monte de mulheres aqui ocupando espaço, não desistam, quero voltar na formatura e encontrar todos vocês”, discursou.

Gilmar também falou aos alunos. “Temos que estar com um olho e um pé no mercado, tomar decisões, o melhor empresário é aquele que toma decisões corretas, não é mais época de agricultura de tentativas, temos que ter pé no chão, planejamento. É um grande desafio que vocês têm agora, de buscar conhecimento, buscar formação”, salientou.

A aluna, Maristela Lummertz Possamai, de Araranguá, trabalha na agricultura familiar, junto com o marido e os filhos, com plantio de arroz e está aproveitando para seguir os filhos nos estudos, um faz Engenharia Agronômica e outro curso Técnico em Agropecuária, ambos no Instituto Federal Catarinense (IFC), em Santa Rosa do Sul. “É uma oportunidade que estou tendo de usar o conhecimento na propriedade da família e melhorar o negócio, pretendo seguir até o final, tenho minhas dificuldades, mas estou aqui para aprender”, asseverou.

Outro aluno, o veterinário, Leomar Dalcin, revelou que se inscreveu no curso para aprimorar o conhecimento na parte de venda e assistência técnica. “Este curso de agronegócio vai me ajudar no trabalho com os agricultores, já trabalho, pelo Senar, na assistência técnica e gerencial de propriedades”, disse.

O Sindicato Rural de Araranguá fica localizado na rua Porfílio Lopes de Aguiar, 141, bairro Cidade Alta, Araranguá e o número do telefone é (48) 3524-5197.

Relacionados

Agricultura

Mulheres discutem liderança e ação

Clubes de Mães dão espaço para os Grupos de Mulheres

Agricultura

Saúde e Agricultura orientam sobre controle da...

Palestra foi realizada em parceria coma Cidasc

Mapa de Editorias