Geral     15 de abril de 2018 19:20
Estado

TRE-SC apresenta campanha “O Voto é meu” no Instituto Estadual de Educação

Tribunal explicou para os alunos como funciona o processo eleitoral e instalou um posto de atendimento volante no instituto


O Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina participou, na quarta-feira, dia 11, do projeto “Eleições mais que um ato, um dever de cidadania”, no Instituto Estadual de Educação (IEE), em Florianópolis. Durante o evento, o TRE-SC apresentou a campanha “O voto é meu – Meu futuro, minha escolha”, explicou o papel da Justiça Eleitoral e instalou um posto de atendimento volante para realizar o alistamento eleitoral de jovens durante os dias 11 e 12. Até o momento, 277 estudantes do IEE fizeram o seu título de eleitor no posto.
O convite para participar do projeto surgiu da necessidade de explicar para os alunos como funciona o processo eleitoral e de ressaltar a importância do alistamento eleitoral e voto dos jovens. Representando o TRE-SC, o desembargador Ricardo Roesler, presidente da instituição, fez uma introdução mostrando o vídeo institucional da campanha “O voto é meu” para os estudantes presentes. Segundo o desembargador, “nós queremos que o jovem de 16, 17 anos, que está alienado da política, se insira nesse contexto político, se alistando, inicialmente, e depois com um passo a mais. Esse passo a mais será a sua participação na urna e, depois da urna, nas escolhas das lideranças jovens”.
Em seguida, o chefe de cartório da 67ª Zona Eleitoral, de Santo Amaro da Imperatriz, Carlos Eduardo Justen, proferiu uma palestra sobre política e cidadania e respondeu as questões dos jovens, que foram desde a obrigatoriedade do voto, a diferença entre votos brancos e nulos, passando pela segurança da urna até o sigilo do voto. Justen ainda destacou uma pesquisa feita pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, em 2016, que demonstrou a importância da política para os jovens. De acordo com o levantamento da universidade, 70,24% das pessoas entre 15 e 19 anos se interessam por política, demonstrando a relevância do tema.
Dentro desse contexto, o projeto do Instituto Estadual de Educação tem como intuito ressaltar a importância de fortalecer o processo democrático brasileiro e instigar os alunos para um maior envolvimento na política. De acordo com Luiz Antunes, professor de Geografia do IEE e idealizador do projeto, “essa ideia nasceu no início do ano quando atestamos a necessidade de trazer para os alunos, aproveitando o gancho das eleições, a verdadeira visão do que é a política e a importância do processo eleitoral, mostrando que ele não é estanque e que é muito importante antes e também depois, com o acompanhamento dos candidatos eleitos”.
Os alunos do 2º e 3º ano foram o público-alvo do projeto. Para João Victor Nascimento, participante voluntário da campanha “O voto é Meu”, que tem 16 anos, “às vezes a gente quer uma mudança, mas não sabe como fazer isso, e eu acho que a gente tem que ser a mudança que a gente quer. A campanha me influenciou muito, vou até fazer o título depois, vou votar e esperar uma transformação”.
Além do presidente do TRE-SC e do chefe de cartório, estavam presentes no evento o diretor da Escola Judiciária Eleitoral de Santa Catarina, juiz Antônio Zoldan da Veiga, o também juiz do Pleno Wilson Pereira Júnior e o diretor-geral do Tribunal, Sérgio Manoel Martins.

Relacionados

Mapa de Editorias