15 de maio de 2017 13:11

Alissandra Paganini- Um novo jeito de fazer medicina


Ah, o frescor da juventude! Aquela sensação de mudança contínua, de inquietude, de
busca pelo melhor e de saúde. É desse jeito que vive o médico Yves Galli
Neto, que entrou na universidade aos 17 anos, formou-se aos 23, e tem a própria clínica aos 27. O rapaz é precoce, mas cheio de maturidade. Com uma família que
rodou metade do Brasil, Yves está conquistando muita gente por onde passa e espalhando um novo conceito sobre a procura pela qualidade de vida.
Na coluna desta semana, o assunto é saúde, e –por que não? –inovação.

De norte a sul
Quando passei para o vestibular em medicina, ganhei do pai uma viagem de presente e vim para Bombinhas, em Santa Catarina. Decidi me mudar, mesmo com emprego garantido e promissor em Rondônia. Eu não me sentia em casa, e quando faltavam seis meses para me formar, inventei um concurso em Florianópolis e vim, mas na verdade, era só para conhecer. Peguei o carro e vim parar em Brusque. Na Secretaria de Saúde, falei que queria um emprego e como tinha vagas, me deram uma. Cheguei em
Rondônia e avisei que viria embora. Meu pai vendeu a clínica lá e viemos de carro para o sul, sempre com a ideia da clínica própria.

Filial
Sombrio surgiu em sua história no final do ano de 2016, quando uma amiga e cliente de Sombrio fez um tratamento na clínica de Brusque, e com os resultados a mãe dela também se interessou. Foi assim que o Dr. Yves iniciou os atendimentos na cidade.
Depois de pouco mais de três meses, a procura aumentou de forma muito rápida, e o médico deixou de atender na garagem da família Baltazar, que o acolheu como a um filho, e abriu a primeira filial de sua clínica. “Agradeço muito aos Baltazar por
sua acolhida”.

Esse cara é meu pai
Sabe a pessoa que não erra nunca? É meu pai. A partir de 2000, meu
pai mudou para Brasília, mas nasci em Rondônia. Sempre moramos
juntos. Meu pai é um homem muito visionário, e o que eu sou hoje e
no lugar onde cheguei, deve-se muito a dele. A clínica de Brusque,
por exemplo, foi uma meta que ele traçou quando ele mesmo saiu
da faculdade, em 1977. Ele pensou: ‘vou ter um filho, e ele vai abrir
uma clínica comigo e vamos trabalhar juntos’. As coisas foram acontecendo, então.

Dr. Inovador
Trabalhamos com uma visão diferente. Muitas pessoas perguntam:
‘Mas não é bobagem falar desses detalhes?’, eu digo que depende.
Você quer viver cem anos doente ou saudável? Se a resposta for doente, considere o que eu digo, bobagens. Mas se quiser qualidade
de vida, o ponto está aí. O bom da medicina de hoje é que graças à internet, o conhecimento está ao acesso de todos.

Energia da Fé
Acredito muito na energia, mas antes de qualquer coisa, pergunto se
a pessoa acredita em Deus. Respeito quem não acredita, mas para
quem acredita, água benta é energia, oração é energia, e eu procuro
trazer isso para o dia-a-dia, de forma consciente. Eu não vinculava
uma coisa à outra, mas hoje eu vejo que existe, e minha vida mudou
depois disso.

Mapa de Editorias