Polícia     7 de maio de 2018 21:00
Autor: Gislaine Fontoura
Araranguá

DIC conclui investigação sobre morte de Diony e aponta autoria

Corpo de Diony foi encontrado boiando no Rio Araranguá, em janeiro deste ano. Um dos suspeitos já está preso


O corpo de Dionata Viana Rodrigues, mais conhecido como Diony, foi encontrado boiando no Rio Araranguá, na comunidade Ilhas, no dia 14 de janeiro deste ano. Diony estava desaparecido desde o dia 12 do mesmo mês, quando foi visto pela última vez no bairro Quarta Linha, em Criciúma, por três amigos, duas mulheres e um homem.
Diony tinha 24 anos e era morador de Balneário Rincão. Ele saiu de casa com um Golf, de cor prata e um aparelho celular e tanto o veículo, quanto o aparelho foram roubados. Agentes da Divisão de Investigação Criminal (DIC) da Polícia Civil de Araranguá, coordenados pelo delegado Lucas Fernandes da Rosa, foram acionados e se dirigiram até a cena do crime, lá encontraram a vítima, já sem vida, com uma lesão no rosto. De acordo com o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP), estas lesões poderiam ter originado a perda de consciência, o que teria feito com que Diony se afogasse.
O delegado Lucas, responsável pelo Inquérito Policial, informou que a investigação apurou que a vítima, após deixar os amigos, no bairro Quarta Linha, foi abordada por dois indivíduos, um adolescente, de 15 anos, e um homem, de 19 anos (também moradores do bairro Quarta Linha). A dupla foi flagrada por câmeras de segurança, na manhã, logo após o crime, com o veículo de Dyoni, que foi abandonado em Criciúma, no Centro.
O IGP encontrou no Golf digitais do maior, de 19 anos, e a investigação comprovou que o menor, de 15 anos, usou o celular de Dyoni no dia do crime. “Além das provas periciais, ouvimos testemunhas, pessoas que puderam corroborar com nossas investigações e interrogamos os suspeitos. O maior confessou que deixou o veículo naquele local, não quis dizer o nome do segundo indivíduo, no entanto, nós conseguimos comprovar, por meio de provas periciais, que o menor também estava envolvido”, esclareceu o delegado Lucas.
Nesta segunda-feira, dia 7, o delegado Lucas encerrou a investigação, com indicação de autoria, por crime de latrocínio, sendo que um dos indiciados já está preso. “A investigação hoje (dia 7) se encerra, com êxito na identificação dos suspeitos, sendo que um indivíduo foi preso, preventivamente, por representação desta delegacia (DIC de Araranguá), pela Polícia Militar, na cidade de Criciúma, há nove dias e contra o adolescente também já foi representado por pedido de internação provisória dele”, informou a autoridade policial.
Tanto o menor, quanto o maior já eram conhecidos do meio policial, o menor por envolvimento em Ato Infracional análogo ao crime de tráfico de entorpecentes e o maior, por crimes de furto e roubo.

Relacionados

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Mapa de Editorias