Polícia     14 de setembro de 2018 08:00
Autor: Gislaine Fontoura
Araranguá

Homem é condenado há menos de três anos em júri por tentativa de homicídio

Julgamento foi realizado ontem


Foi levado ao Tribunal do Júri da Comarca de Araranguá nesta quinta-feira, dia 13, Isaías da Silva Rodrigues, de 25 anos, acusado de tentativa de homicídio e infração à Lei Maria da Penha. Isaías é servente de pedreiro e mora atualmente no bairro Jardim Cibele.

Em 2014, o réu foi denunciado por ter agredido sua ex-companheira com tapas e socos, no meio da rua, no bairro Cidade Alta, na ocasião, a mulher estava em uma bicicleta, quando foi agredida, caiu e se machucou ainda mais.

Segundo a denúncia, após agredir a ex, Isaías foi até o local de trabalho do homem, em que acreditava ser o novo namorado da ex-companheira e desferiu contra ele três golpes de faca nas costas, entrando em luta corporal com a vítima e tentando ainda atingir o desafeto no peito, motivo pelo qual foi denunciado por tentativa de homicídio.

O julgamento iniciou às 9 horas da manhã e terminou por volta das 20 horas, com o réu condenado a pena de dois anos e seis meses, pelo crime de homicídio privilegiado tentado, e dois meses e 15 dias, por infração a Lei Maria da Penha. As penas somadas serão cumpridas em regime aberto.

Isaías foi denunciado pelo promotor de justiça, Gabriel Ricardo Zanon Meyer e teve como defensor, o advogado Felipe Ferreira. O júri foi presidido pela juíza de Direito Letícia Pavei Cachoeira.

Relacionados

Polícia

Mulher apresenta CNH falsa e acaba presa

Várias ocorrências movimentaram o setor policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Polícia

Ronda Policial

Ronda Policial

Mapa de Editorias