Cultura     23 de novembro de 2018 14:00
Morro Grande

Morro Grande em Arte chega a sua 5ª edição

Exposição acontece, no Salão de Festas de São Bento


 

Acontece, no Salão de Festas de São Bento, em Morro Grande, desde a noite de terça-feira, dia 20, até sábado, dia 24, ao meio-dia, a exposição artística coletiva da 5ª Edição do projeto Morro Grande em Arte, com curadoria do professor Mikael Miziescki e seus alunos. Mikael ficou muito satisfeito com a participação dos alunos que foram visitar a exposição. “A participação deles foi incrível, ficaram muito atentos e encantados com as obras que viram”, disse.

O Projeto Morro Grande em Arte é uma iniciativa educacional, originada através de vivências artístico-culturais dos alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Prefeito Dário Crepaldi (Anos Iniciais e Finais) e da Escola de Educação Básica Ana Machado Dal Toé (Ensino Médio), nas aulas de Artes, mediadas pelo professor Mikael Miziescki, com parceria da professora Silvia Waterkemper.

Nesta quinta edição, a proposta dialoga ainda com preposições históricas, culturais e teórico-práticas da disciplina de Educação Física, traçadas em conjunto com o professor Reinaldo Borges. O projeto possui como objetivo principal, desconstruir estereótipos e oportunizar vivências relacionadas as diferentes linguagens artísticas, valorizando a cultura do Brasil, do estado de Santa Catarina e do município de Morro Grande, contemplando a história das artes, enquanto referencial teórico-prático, enaltecendo o processo criativo dos alunos na busca do refletir a disciplina de Artes, enquanto produtora de conhecimento. O Morro Grande em Arte, se constitui na relação de concepções pautadas nesses estudos, além da perspectiva de ampliação de repertório artístico-cultural e das diversas possibilidades relacionadas à experiência.

O projeto foi contemplado nesse ano, como um dos dez melhores do Brasil, através do prêmio Educador Nota 10, promovido pela Fundação Victor Civita, Grupo Abril, Fundação Roberto Marinho, Grupo Globo e parceiros. A exposição passeia por múltiplas linguagens e técnicas artísticas, sendo resultado de uma pesquisa que se desenrolou durante o ano letivo de 2018, a luz de um referencial teórico desconstrutor. A exposição possui como alicerce a crítica, reflexão, memória, história, cultura e educação. A edição conta ainda, com inúmeras produções de artistas convidados.

 

Mapa de Editorias